Susto do nada!
ANUNCIOS
Publicidade

Últimos assuntos
Azulão frioOntem à(s) 9:55Eduardo Machado
Aves legalizadas à venda!Qua 22 maio - 10:23Mariana Machado
Quando devo realizar exames na minha ave?Qua 22 maio - 10:14Mariana Machado
Como devo cuidar da minha ave no inverno?Qua 22 maio - 10:01Eduardo Machado
DICAS DE COMO ENSINAR TRUQUES PARA MINHA AVESeg 20 maio - 11:09Eduardo Machado
Pintasilgo pode comer Paiço?Sex 10 maio - 22:03Eduardo Machado
Guias para criação
face 4
Fechar Anuncio!
Curta nosso Facebook
Ir para baixo
Jubgp
Jubgp
Passarinheiro Recente
Passarinheiro Recente
Mensagens : 5
Pontos : 9
Reputação : 0
Data de inscrição : 02/09/2021
Idade : 34
Localização : BR

Susto do nada! Empty Susto do nada!

Seg 13 Set - 21:28
Pessoal, comprei uma calopsita há 4 dias. Ela é novinha (entre 4 e 5 meses), bem tranquila. O que não entendo é que, do nada, ela começa a pular e a correr pelo fundo do viveiro, como se quisesse sair. Não entendo o que esse comportamento significa. Ela fica bem empoleirada e do nada, fica assim nervosa. Tento falar com ela, mas os movimentos são repetitivos e só depois ela se acalma. No último episódio de medo, ela machucou a área entre o nariz e os olhos. Ficou uma pequena linha sangrando.
Não há nada que possa assustá-la no local onde ela está. 


O que está ocorrendo de errado?

Ela não ficava solta na loja. 
Estou com medo de que ela se machuque gravemente. Meu coração fica apertado e entro em desespero, pois não sei o que fazer.

O que significa isso?

Como devo proceder?

Agradeço a ajuda de vocês!
Bruno Melo
Bruno Melo
Pasarinheiro Expert
Pasarinheiro Expert
Mensagens : 1887
Pontos : 2177
Reputação : 106
Data de inscrição : 07/11/2012
Localização : Minas Gerais

Susto do nada! Empty Re: Susto do nada!

Ter 14 Set - 11:41
Bom dia, primeiramente certifique-se que esse animal era manso, ou seja, acostumado com o contato próximo dos humanos.
Toda vez que se aproximar dela, vai conversando de forma calma e mostrando as mãos, em sinal que quer passar os dedos nela, se ela começar a se movimentar, espere um pouco ela se acalmar.
De agrados a ela também, como por exemplo, coloque as vezes um pequeno pedaço de pão na gaiola um biscoitinho. Calopsitas são animais que interagem com os donos, essa interação começa com a confiança ou com a criação de filhote na papinha.
Uma outra situação é pelo menos agora, coloque um pano na lateral onde ela se bate, pode ajudar.
Mas o que eu faria no momento, é a tentativa de contato de forma bem leve, falando manso com ela, mexendo o dedo na direção de coçar a cabeça, com frases repetitivas "dá o pezinho", "deixa eu coçar a cabecinha"...
Boa sorte!


" E Sabemos que todas as coisas cooperam para o bem daqueles que amam a Deus, daqueles que são chamados segundo o seu propósito." Romanos 8:28
Jubgp
Jubgp
Passarinheiro Recente
Passarinheiro Recente
Mensagens : 5
Pontos : 9
Reputação : 0
Data de inscrição : 02/09/2021
Idade : 34
Localização : BR

Susto do nada! Empty Re: Susto do nada!

Ter 14 Set - 17:36
Bruno Melo escreveu:Bom dia, primeiramente certifique-se que esse animal era manso, ou seja, acostumado com o contato próximo dos humanos.
Toda vez que se aproximar dela, vai conversando de forma calma e mostrando as mãos, em sinal que quer passar os dedos nela, se ela começar a se movimentar, espere um pouco ela se acalmar.
De agrados a ela também, como por exemplo, coloque as vezes um pequeno pedaço de pão na gaiola um biscoitinho. Calopsitas são animais que interagem com os donos, essa interação começa com a confiança ou com a criação de filhote na papinha.
Uma outra situação é pelo menos agora, coloque um pano na lateral onde ela se bate, pode ajudar.
Mas o que eu faria no momento, é a tentativa de contato de forma bem leve, falando manso com ela, mexendo o dedo na direção de coçar a cabeça, com frases repetitivas "dá o pezinho", "deixa eu coçar a cabecinha"...
Boa sorte!

Olá, boa tarde! Obrigada! Sim, tenho feito isso. A adaptação dela com a minha mão tem sido muito rápida, mas nos momentos em que ela está na gaiola, aparentemente tranquila, do nada, abre um pouco as asas e começa a ir de um lado para o outro, repetidamente. Chega até a pular do local onde está e vai para o fundo da gaiola, onde repete os mesmos movimentos e fica “cantando”. Notei a asa esquerda machucada em razão desse “pula-pula”. 
 
Hoje passei a tarde com ela. Falei baixinho, coloquei a mão e dei aveia (que ela adora), mas depois de um tempo, quando parecia estar com sono, já na gaiola, esse comportamento se repetiu. Em média, são 3 “crises” dessas por dia.
Ir para o topo
Permissões neste sub-fórum
Não podes responder a tópicos