Como reproduzir o Bourke - Artigo
ANUNCIOS
Publicidade

Últimos assuntos
Publicidade

free counters
Face
Fechar Anuncio!
Curta nosso Facebook
Compartilhe
Ir em baixo
CÉLIA MARIA CAYRES
CÉLIA MARIA CAYRES
SUPERVISOR CHEFE
SUPERVISOR CHEFE
Mensagens : 5966
Pontos : 8926
Reputação : 566
Data de inscrição : 06/09/2013
Idade : 53
Localização : São Paulo

Como reproduzir o Bourke - Artigo Empty Como reproduzir o Bourke - Artigo

em Sex 24 Abr 2015 - 21:40
Vamos conhecer o Periquito de Bourkes e suas mutações


Periquito de Bourkes - Localização Original: Austrália central e meridional.

Tamanho: Aproximadamente 23 centímetros 

Disformismo: Normalmente a fêmea tem a cabeça e um porte ligeiramente menor que o macho.

Na cor natural \ selvagem, a fêmea é reconhecível pela ausência das penas azuis na testa e nos ombros e a coloração é menos vistosa.

Características: O periquitos de Bourkes é uma ave muito resistente e vive pacificamente com aves de menor porte. 
Os periquitos de Bourkes devem ser criados em casais separados, uma vez que a criação em colônia, não produz resultados satisfatórios.
É perfeitamente possível criar um exemplar isoladamente (Pet), desde que o mesmo tenha à atenção suficiente.  


Ambiente: Os periquitos de Bourkes podem ser criados num ambiente ao ar livre (viveiro externo) ou em gaiolas (ambientes internos).

Não são aves destruidoras e pode-se mantê-las em gaiolas de criação de agapornis, mas recomenda-se colocá-las em viveiros espaçosos para exercícios durante o período de descanso. 
Os  periquitos de Bourkes são resistentes à variação de temperatura. 


Alimentação: Estas aves podem ser alimentadas com uma dieta básica de sementes (Alpiste, Milho-alvo “variedades”, Senha, Cartamo e etc.). Durante a época de reprodução, os periquitos de Bourkes apreciam pequenas quantidades de farinhadas à base de ovo. Costumo dar espinafre, milho verde, jiló, grit mineral e osso de siba.

Os periquitos de Bourkes são muito calmos podendo com o tempo, ficar muito dóceis com o tratador. São mais ativas ao amanhecer e ao anoitecer.
Produzem um canto melodioso, suave e muito agradável, parece um assobio; Os machos tendem a cantar mais.
Uma vez ou outra, pode borrifá-los com jatos ultrafinos de água, já que esta espécie raramente toma banho. 

Os Bourkes, também conhecido como Periquitos de Bourkes, normalmente são bons pais e costumam se dedicar com atenção e zelo aos filhotes. A fase reprodutiva normalmente vai de Julho a Outubro, contudo, em cativeiro este período poderá aumentar. Com cerca de 1 ano de vida o casal de Bourke já estará pronto para iniciar o processo de reprodução. São pássaros monogâmicos, frequentemente formam casais para toda a vida, e não aceitarão outro parceiro a não ser que um deles morra, ou então que seja retirado totalmente do local aonde vivem. 


Reproduzir os periquitos de Bourkes ainda não é tão comum no Brasil. Para iniciar a reprodução é importante saber diferenciar o macho da fêmea de Bourke.

NINHOS PARA REPRODUZIR O BOURKE
Para a reprodução dos periquitos de  Bourkes, você poderá utilizar um ninho em formato de caixa de madeira, devendo ter 20cm largura por 20cm de profundidade, ficando a altura com cerca de 30 a 35 centímetros e orifício da entrada deve ter uns 7 centímetros de diâmatro. Também pode ser utilizado os ninhos mais compridos. Coloque um pouco de capim barba de bode ou de raspas de madeira no fundo do ninho, estes materiais irão fornecer uma segurança extra para os ovos não rolarem e quebrarem. Não precisa ser muito, pois 
normalmente os periquitos de Bourkes não prepara nenhuma forração para o ninho, mas gostam de pôr os ovos em superfície macia e ligeiramente úmida.

Criação: São aves bem prolíferas e excelentes pais, chegando a criar outros tipos de aves. O período reprodutivo é o segundo semestre do ano, porém costumam fazer uma postura no mês de Março.

NASCIMENTO DOS FILHOTES DE BOURKES

Põem entre 03 e 06 ovos, os quais a fêmea choca durante um período de 18 a 20 dias. 

Os filhotes ficarão no ninho por aproximadamente 35 dias, sendo que na parte final a alimentação ficará a cargo do macho, pois a fêmea já estará se preparando para uma nova postura.
A plumagem dos filhotes surge cerca de quatro semanas de vida e a plumagem definitiva ao fim de 8 meses de vida. 
Estando em boas condições físicas e desfrutando de uma boa alimentação, podem ter com êxito três ou quatro posturas por período. É interessante não separar as aves mais velhas,
que tenham um bom relacionamento mútuo, pois pode ser um excelente casal formado. 

Existem várias mutações sendo as mais conhecidas são o castanho (selvagem), o "fallow" (asas amarelas) e o "opalino" (rosa), estas variedades podem ser combinadas originando o "opalino fallow".
 
Opalino: Normalmente conhecido como rosa, esta mutação provoca perda de melaninas ao mesmo tempo em que aumenta os lipocromos, a mutação provoca um efeito variável de indivíduo para indivíduo, sendo alguns de um rosa muito forte enquanto outros são mais pálidos, de um rosa muito claro, isto é típico das mutações opalinas, e o mesmo ocorre nos periquitos ondulados opalinos e nas Rosella omnicolor opalinas.

Em algumas variedades os machos podem apresentar azul na cabeça e em outras não.
Uma vez que se torna difícil distinguir o sexo nas linhas em que o macho não apresenta azul, é aconselhável tentar arranjar aves das linhas "azuis",estas variações não são causadas por mutações propriamente ditas, mas por variações da expressão de uma mutação principal (neste caso a opalina), causadas por genes secundários que influenciam o funcionamento da principal.
Esta mutação é recessiva ligada ao sexo, o que quer dizer que a mutação se encontra num gene do cromossoma X (ou Z).
 
Fallow: Mutação recessiva caracterizada por uma diluição das melaninas, alelo do ino não ligado ao sexo, portanto uma forma intermédia muito clara.
 
Lutino: Ino ligado ao sexo, a ave não apresenta melaninas ficando amarelo e rosa, combinado com o opalino dá um opalino ino, conhecido por rubino, este é uma ave espetacular com um rosa mais forte e um amarelo intenso.

Mutações:



Normal ou Comum ou Gaviãozinho (macho e fêmea)

Como reproduzir o Bourke - Artigo Image016      Como reproduzir o Bourke - Artigo Image017


Opalino ou Rosa (macho e fêmea)

Como reproduzir o Bourke - Artigo Image018      Como reproduzir o Bourke - Artigo Image019


Lutino (macho e fêmea)



Como reproduzir o Bourke - Artigo Image021             Como reproduzir o Bourke - Artigo Image023

Fallow (macho)


Como reproduzir o Bourke - Artigo Image025

Isabel ou Pálido ou Fallow Amarelo (macho e fêmea)


Como reproduzir o Bourke - Artigo Image027            Como reproduzir o Bourke - Artigo Image029
Asa Amarela Opalino (fêmea)


Como reproduzir o Bourke - Artigo Image072

Fallow Pálido ou Creme (macho e fêmea)


Como reproduzir o Bourke - Artigo Image073              Como reproduzir o Bourke - Artigo Image074

Faded ou Diluído Opalino (macho)


Como reproduzir o Bourke - Artigo Image075

Arlequim (macho)


Como reproduzir o Bourke - Artigo Image076
Azul (fêmeas)


Como reproduzir o Bourke - Artigo Image077                      Como reproduzir o Bourke - Artigo Image078

Violeta (macho)


Como reproduzir o Bourke - Artigo Image079


Edged ou Spangle (macho e fêmea)


Como reproduzir o Bourke - Artigo Image080                      Como reproduzir o Bourke - Artigo Image081

COMBINAÇÕES

Rubino = Lutino + Opalino (macho e fêmea)

Como reproduzir o Bourke - Artigo Image082                Como reproduzir o Bourke - Artigo Image083

Fallow Opalino (macho e fêmea)

Como reproduzir o Bourke - Artigo Image084                   Como reproduzir o Bourke - Artigo Image085

Fallow Opalino Azul (fêmea)

Como reproduzir o Bourke - Artigo Image086

Fallow Pálido Spangle e Spangle Opalino (macho)


Como reproduzir o Bourke - Artigo Image087                       Como reproduzir o Bourke - Artigo Image088

Spangle Diluido (macho)


Como reproduzir o Bourke - Artigo Image089




Fonte: Criadouro Ismerim
Eduardo Machado
Eduardo Machado
ADMINISTRADOR
ADMINISTRADOR
Mensagens : 16623
Pontos : 21103
Reputação : 1491
Data de inscrição : 07/12/2010
Idade : 37
Localização : Espirito Santo do Pinhal - SP
https://www.criadoresdepassaros.com

Como reproduzir o Bourke - Artigo Empty Re: Como reproduzir o Bourke - Artigo

em Sab 25 Abr 2015 - 14:32
Excelente artigo , valeu Célia !



Att



 



                                                               


https://www.criadoresdepassaros.com/forum
CÉLIA MARIA CAYRES
CÉLIA MARIA CAYRES
SUPERVISOR CHEFE
SUPERVISOR CHEFE
Mensagens : 5966
Pontos : 8926
Reputação : 566
Data de inscrição : 06/09/2013
Idade : 53
Localização : São Paulo

Como reproduzir o Bourke - Artigo Empty Re: Como reproduzir o Bourke - Artigo

em Sab 25 Abr 2015 - 21:38
Boa noite amigos Criadores de Pássaros !


Eu gostei muito do artigo, os Periquitos de Bourkes são lindos !
Vale apena compartilhar as pesquisas com todos vocês ! 

CÉLIA
Eduardo Machado
Eduardo Machado
ADMINISTRADOR
ADMINISTRADOR
Mensagens : 16623
Pontos : 21103
Reputação : 1491
Data de inscrição : 07/12/2010
Idade : 37
Localização : Espirito Santo do Pinhal - SP
https://www.criadoresdepassaros.com

Como reproduzir o Bourke - Artigo Empty Re: Como reproduzir o Bourke - Artigo

em Sab 25 Abr 2015 - 22:06
Realmente um lindo pássaro , em minha região não tem criadores uma pena !


Até mais



 



                                                               


https://www.criadoresdepassaros.com/forum
Voltar ao Topo
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum