Saiba Tudo Sobre a Criação de Coleiro - Página 7
ANUNCIOS
Publicidade

Publicidade

free counters
Compartilhe
Ir em baixo
Eduardo Machado
Eduardo Machado
ADMINISTRADOR
ADMINISTRADOR
Mensagens : 16659
Pontos : 21146
Reputação : 1498
Data de inscrição : 07/12/2010
Idade : 37
Localização : Espirito Santo do Pinhal - SP
https://www.criadoresdepassaros.com

Saiba Tudo Sobre a Criação de Coleiro - Página 7 Empty Saiba Tudo Sobre a Criação de Coleiro

em Qui 30 Out - 14:36
Relembrando a primeira mensagem :

A criação de Coleiro (Sporophila Caerulescens) vem crescendo no Brasil, apesar do Coleiro não ser um pássaro com grande valor comercial.


O Coleiro, também conhecido como Coleirinho, Coleirinha, Papa Capim, Papa Arroz ou Coleiro Tuí Tuí, é um pássaro Brasileiro bastante difundido em praticamente todo o país, com exceção da região Amazônica e também no Nordeste. O nome cientifico do Coleiro é Sporophila Caerulescens, e tal nome faz referência a alimentação do pássaro, pois significa “aquele que tem gosto ou predileção por semente”.


A criação de Coleiro

é muito difundida no Brasil, fazendo com que estes pequenos pássaros cantores sejam muito conhecidos. Também é importante falar que é necessário fazer o registro de sua criação junto ao IBAMA.


DISTRIBUIÇÃO DO COLEIRO

O pássaro Coleiro está presente basicamente em toda a parte Centro Sul do Brasil e em alguns países vizinhos, vivendo basicamente em beiradas de matas, pomares, pastos, brejos, capoeiras e praças das cidade, podendo viver em grupos de 6 a 20 indivíduos.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

CARACTERÍSTICAS FÍSICAS DO COLEIRO


Os Coleiros machos apresentam um inconfundível colar branco e negro, do qual derivou o seu nome. Além deste colar, o Coleiro apresenta ao lado da garganta negra uma espécie de bigode branco, que define a área sob o bico, que é amarelado ou levemente cinza esverdeado. Existem machos com peito branco e outros amarelo. A fêmea de Coleiro é parda, tendo uma cor mais escura nas costas. Os filhotes de Coleiro saem do ninho com a plumagem idêntica à fêmea, e com o passar dos meses os machos adquirem a sua plumagem característica. Devido ao seu tamanho diminuto, cerca de 11 cm, podem alcançar as sementes de gramíneas trepando pela haste das plantas.






ALIMENTAÇÃO DE UMA CRIAÇÃO DE COLEIRO


A alimentação do Coleiro é composta basicamente por sementes. Na natureza ele está sempre em busca de sementes de gramíneas, como por exemplo a braquiária. Em cativeiro, uma boa mistura de sementes para Coleiro será o ideal para seu pássaro. Esta mistura deve conter basicamente alpiste e painço. Os Coleiros também gostam de verduras e legumes, como almeirão, chicória, espinafre, couve e jiló.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

O ACASALAMENTO NA CRIAÇÃO DE COLEIRO


Em locais quentes pode reproduzir durante todo o ano, sendo que sua ninhada geralmente é constituída de 02 filhotes que nascem após 13 dias de choco. Você pode colocar o casal em uma gaiola criadeira, separados por uma divisória, e, principalmente pela manhã, você deve colocar palha seca na gaiola da fêmea, e deixar o macho cantar para ela, sem contudo tirar a divisória entre as gaiolas. Quando a fêmea der sinais que está pronta para o acasalamento, deve-se retirar a divisória e observar se eles vão cruzar ou se acontecerão brigas. Caso tenha uma briga, separe o casal e volte a fazer o processo.

O CANTO DO COLEIRO

O canto de Coleiro é muito apreciado, sendo este o motivo principal de sua criação. Neste espécie somente os machos cantam, e seu canto apresenta variações de acordo com a região em que vivem.


ALIMENTAÇÃO :

pode ser oferecido ao coleiro - alpiste ,senha ,niger 
painços (portugues , comum , verde , vermelho , preto)
alem de perila , larvas de tenebrios  e farinhada 
( pode ser caseira ou industrial )
grit mineral  e osso de siba .

Apreciam muito, como guloseimas, sementes de capim frescas, por exemplo, 
as de “pé de galinha”, colonião, braquiara, margoso, favorito, entre outros . 


Frutas e legumes
 (maçã , banana , laranja , melão , jiló , berinjela , pepino , abobrinha , etc)
 no maximo 2 vezes por semana.
 Vale lembrar que não devemos deixar os vegetais por muito tempo nas gaiolas. Deixar de um dia para o outro nem pensar pois azedam e criam fungos nocivos às aves.


Última edição por Eduardo Machado em Qua 12 Jul - 10:43, editado 12 vez(es)



  [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]



                                                               


[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

daniel serejo da silva
daniel serejo da silva
Passarinheiro Recente
Passarinheiro Recente
Mensagens : 1
Pontos : 1
Reputação : 0
Data de inscrição : 05/01/2016
Idade : 31
Localização : campos dos goytacazes -rj

Saiba Tudo Sobre a Criação de Coleiro - Página 7 Empty Re: Saiba Tudo Sobre a Criação de Coleiro

em Ter 5 Jan - 13:55
boa tarde! logo a pos o cruso do casal de coleiro, deve separar o casal? e deixar a femea chocar e criar os filhotes só?
CÉLIA MARIA CAYRES
CÉLIA MARIA CAYRES
SUPERVISOR CHEFE
SUPERVISOR CHEFE
Mensagens : 5966
Pontos : 8926
Reputação : 566
Data de inscrição : 06/09/2013
Idade : 54
Localização : São Paulo

Saiba Tudo Sobre a Criação de Coleiro - Página 7 Empty Re: Saiba Tudo Sobre a Criação de Coleiro

em Ter 5 Jan - 14:10
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] escreveu:boa tarde! logo a pos o cruso do casal de coleiro, deve separar o casal? e deixar a femea chocar e criar os filhotes só?

Boa tarde amigos Criadores de Pássaros !

Daniel Serejo,

Precisa abrir um tópico novo com as suas dúvidas na área correta "Criação de Pássaros Silvestres" clique "Coleiros ", ok ? 

Esse tópico já está em andamento !

CÉLIA
bruno de oliveira silva
bruno de oliveira silva
Passarinheiro Recente
Passarinheiro Recente
Mensagens : 8
Pontos : 10
Reputação : 0
Data de inscrição : 11/12/2015
Idade : 33
Localização : niteroi

Saiba Tudo Sobre a Criação de Coleiro - Página 7 Empty Re: Saiba Tudo Sobre a Criação de Coleiro

em Qui 14 Jan - 9:27
Muito bom amigo
edinaldo gomes da silva
edinaldo gomes da silva
Passarinheiro Recente
Passarinheiro Recente
Mensagens : 3
Pontos : 5
Reputação : 0
Data de inscrição : 17/05/2016
Idade : 23
Localização : olinda

Saiba Tudo Sobre a Criação de Coleiro - Página 7 Empty Re: Saiba Tudo Sobre a Criação de Coleiro

em Ter 17 Maio - 12:27
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] escreveu:Não deixem de ler Criadores , vamos que vamos !
eu troquei o meu coleira de gaiola e ele nao quer mais canta? oque que eu faz
Eduardo Machado
Eduardo Machado
ADMINISTRADOR
ADMINISTRADOR
Mensagens : 16659
Pontos : 21146
Reputação : 1498
Data de inscrição : 07/12/2010
Idade : 37
Localização : Espirito Santo do Pinhal - SP
https://www.criadoresdepassaros.com

Saiba Tudo Sobre a Criação de Coleiro - Página 7 Empty Re: Saiba Tudo Sobre a Criação de Coleiro

em Dom 5 Jun - 16:20
[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] escreveu:

A criação de Coleiro (Sporophila Caerulescens) vem crescendo no Brasil, apesar do Coleiro não ser um pássaro com grande valor comercial.




O Coleiro, também conhecido como Coleirinho, Coleirinha, Papa Capim, Papa Arroz ou Coleiro Tuí Tuí, é um pássaro Brasileiro bastante difundido em praticamente todo o país, com exceção da região Amazônica e também no Nordeste. O nome cientifico do Coleiro é Sporophila Caerulescens, e tal nome faz referência a alimentação do pássaro, pois significa “aquele que tem gosto ou predileção por semente”.

A criação de Coleiro



é muito difundida no Brasil, fazendo com que estes pequenos pássaros cantores sejam muito conhecidos. Também é importante falar que é necessário fazer o registro de sua criação junto ao IBAMA.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]




DISTRIBUIÇÃO DO COLEIRO




O pássaro Coleiro está presente basicamente em toda a parte Centro Sul do Brasil e em alguns países vizinhos, vivendo basicamente em beiradas de matas, pomares, pastos, brejos, capoeiras e praças das cidade, podendo viver em grupos de 6 a 20 indivíduos.

CARACTERÍSTICAS FÍSICAS DO COLEIRO



Os Coleiros machos apresentam um inconfundível colar branco e negro, do qual derivou o seu nome. Além deste colar, o Coleiro apresenta ao lado da garganta negra uma espécie de bigode branco, que define a área sob o bico, que é amarelado ou levemente cinza esverdeado. Existem machos com peito branco e outros amarelo. A fêmea de Coleiro é parda, tendo uma cor mais escura nas costas. Os filhotes de Coleiro saem do ninho com a plumagem idêntica à fêmea, e com o passar dos meses os machos adquirem a sua plumagem característica. Devido ao seu tamanho diminuto, cerca de 11 cm, podem alcançar as sementes de gramíneas trepando pela haste das plantas.



ALIMENTAÇÃO DE UMA CRIAÇÃO DE COLEIRO



A alimentação do Coleiro é composta basicamente por sementes. Na natureza ele está sempre em busca de sementes de gramíneas, como por exemplo a braquiária. Em cativeiro, uma boa mistura de sementes para Coleiro será o ideal para seu pássaro. Esta mistura deve conter basicamente alpiste e painço. Os Coleiros também gostam de verduras e legumes, como almeirão, chicória, espinafre, couve e jiló.

[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

O ACASALAMENTO NA CRIAÇÃO DE COLEIRO



Em locais quentes pode reproduzir durante todo o ano, sendo que sua ninhada geralmente é constituída de 02 filhotes que nascem após 13 dias de choco. Você pode colocar o casal em uma gaiola criadeira, separados por uma divisória, e, principalmente pela manhã, você deve colocar palha seca na gaiola da fêmea, e deixar o macho cantar para ela, sem contudo tirar a divisória entre as gaiolas. Quando a fêmea der sinais que está pronta para o acasalamento, deve-se retirar a divisória e observar se eles vão cruzar ou se acontecerão brigas. Caso tenha uma briga, separe o casal e volte a fazer o processo.

O CANTO DO COLEIRO



O canto de Coleiro é muito apreciado, sendo este o motivo principal de sua criação. Neste espécie somente os machos cantam, e seu canto apresenta variações de acordo com a região em que vivem.



  [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]



                                                               


[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Voltar ao Topo
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum