Tudo sobre o Diamante De Gould - Página 2
ANUNCIOS
Publicidade

Últimos assuntos
O enigma do aprendizado para o curioHoje à(s) 9:56Eduardo Machado
Esse sou EUSex 12 Abr - 19:17Eduardo Machado
5 Curiosidades sobre as calopsitas!Sex 12 Abr - 9:24Mariana Machado
Tópico com dicas sobre fibra e torneio.Sex 12 Abr - 9:19Eduardo Machado
Porque as aves não desequilibram quando dormem?Sex 12 Abr - 9:12Eduardo Machado
Certificado A3Qui 4 Abr - 9:38Mariana Machado
Certificado SISPASS- IBAMA A3Qui 4 Abr - 9:33Mariana Machado
Boleto SispassQui 4 Abr - 9:31Mariana Machado
Guias para criação
face 4
Fechar Anuncio!
Curta nosso Facebook
Ir para baixo
Eduardo Machado
Eduardo Machado
ADMINISTRADOR
ADMINISTRADOR
Mensagens : 17297
Pontos : 21934
Reputação : 1522
Data de inscrição : 07/12/2010
Idade : 42
Localização : Espirito Santo do Pinhal - SP
https://www.criadoresdepassaros.com

Tudo sobre o Diamante De Gould - Página 2 Empty Tudo sobre o Diamante De Gould

Seg 27 Out - 13:47
Relembrando a primeira mensagem :

Tudo sobre o Diamante De Gould


Reprodução – Diamante De Gould



Cruzamento: é totalmente desaconselhável cruzar ave recessiva com recessiva (cabeça laranja ou peito branco ou manto azul), pois diminui o tamanho dos filhotes, que ficam mais sucetíveis a doenças e podem nascer com problemas genéticos. Cruze o recessivo com um dominante que seja filho de recessivo.




Reprodução: A partir de 10 meses a fêmea bota de 5 a 8 ovos que eclodem após 15 a17 dias. Se não botar pode ser por mudança freqüente da gaiola de lugar; pela fêmea ser jovem ou velha demais, por falta de interesse do macho (vê-se quando não corteja a fêmea). Para tentar interessá-lo, separe-o da fêmea por 1 mês. Quando os filhotes ficam independentes, aos 45 a 50 dias, separe-os dos pais ou da ama para iniciar nova postura. Após 3 posturas dar descanso de 1 mês ao casal, totalizando 6 posturas por ano quando a mãe não choca (usa de ama). Quando a fêmea também choca, fazer só 3 posturas seguidas, por ano. Usar ninho de madeira de 20 (compr.)x14x14cm, com divisória de 4,5cm de altura, formando 1 ambiente para os ovos (13×14) e outro (7×14) para os primeiros passos dos filhotes. Neste último fica a porta, redonda, na parte superior. A tampa deve ter 3 furos em cada extremidade, para melhor circulação do ar. Como forração forneça grama japonesa ou raízes de capim. Sensível às inspeções no ninho: fazê-las ao entardecer.


Tudo sobre o Diamante De Gould - Página 2 Diamantedegould




Criação dos filhotes: em geral pais criados exclusivamente por seus pais e não por amas-secas, são mais zelosos. Se os acostumarmos ao uso de ama-seca, dificilmente criarão sem a ajuda dela no futuro.


Sexo – Diamante De Gould



O macho tem cores mais vivas principalmente no peito, a cauda central mais comprida. Faz o corte movimentando-se no poleiro, expondo as plumas e cantando. No período de acasalamento é comum o bico do macho tornar-se mais claro e o da fêmea mais escuro.




Alimentação – Diamante De Gould



Mistura das seguintes sementes[/b]: 25% de alpiste e 75% de painço e milheto, diariamente. Em dias alternados, verduras. Duas vezes por semana e na época de procriação, mistura de 20% de Farinha Láctea, 60% de Neston, 20% de farinha de rosca; acrescentar ovo cozido esfarelado. Para cada kg desta mistura acrescentar 4 colheres (sopa) de um suplemento nutricional como o ASA F1 e 3 de fosfato bicálcico. Na natureza alimenta-se de gramíneas, sementes, brotos de verduras, insetos adultos e em estado de larva e eventualmente de frutas e até polén.


Instalações – Diamante De Gould

Que permitam banho de sol e em local com algum resguardo. Gaiola – para 1 casal, ao menos 60 cm de comprimento x 30 cm de profundidade x 35 cm de altura. Viveiro – de alvenaria, com apenas a frente de tela, voltada para o Norte, com 3 m de comprimento x 1 m de largura x 2,10 de altura, piso de lage com 15 cm de espessura e tela de ½ polegada com fio 18.






Acessórios: em gaiolas, 2 poleiros de 10mm de diâmetro, bem afastados e longe das laterais, para evitar danos às penas da cauda. Galhos de árvores são também uma boa opção, mais usados em viveiros. Ponha uma banheira para banho diário, que ajuda a manter a plumagem em boas condições. Deixe sempre à disposição um osso de siba para fornecimento de cálcio e areia mineralizada para ajudar na digestão.


Cores – Diamante De Gould



Original – Cabeça: vermelha, preta ou laranja. Peito: violeta. Barriga: Amarelo-ouro. Manto: verde luminoso. Mutações – Cabeça: amarela ou cinza. Peito: branco, rosa ou azul. Barriga: creme. Manto: amarelo, cinza claro, azul etc.






Cuidados – Diamante De Gould



Se pretender adquirir um animal desta espécie, ponha de parte a ideia de vir a fazer criação, deixando essa tarefa a quem, com o custo da experiência, já sabe quando e como o fazer.




Não é uma ave de belo canto, mas as suas cores alegres fazem dela um quadro vivo de cor e movimento.
Manter um Diamante de Gould é fácil e não requer muitos conhecimentos.


Como todas as aves, precisa de água fresca e comida mudadas diariamente, podendo fazer um suplemento à base de legumes frescos, devidamente lavados em água corrente.


Gostam de apanhar os primeiros raios de sol da manhã, se tiver possibilidade arranje um local sem correntes de ar onde possa estar voltado a nascente.


Além de um bebedouro, mantenha uma banheira em permanência com água limpa e fresca.


Tal como o canário, gosta de estar permanentemente a mudar de poleiro, pelo que é aconselhável existirem vários poleiros na mesma gaiola, para a ave se exercitar.


Estas aves gostam também de ingerir pequenas pedras para ajudar na sua digestão, pelo que deve manter sempre no fundo da gaiola alguns grãos de areia.


Altura média quando adulto: 12cm.


Origem – Diamante De Gould



Ave originária do norte da Austrália, foi trazida para a Europa em meados do século XIX pelo ornitólogo John Gould, ao qual ficou a dever o seu nome.


Desde então, criou admiradores em todo o mundo, devido à profusão de cores que apresenta.
Não existem muitos criadores de Diamantes Gould, e não existem porque a sua reprodução é extremamente difícil.


Existem ainda determinados factores de recessão da espécie, que tornam este trabalho ainda mais ingrato, já que um mau cruzamento leva à morte de muitas das crias.


Biografia – Diamante De Gould



Com a beleza de suas cores vivas e bem definidas e o temperamento especialmente dócil, o Diamante de Gould é um dos pássaros preferidos para estimação.


Conhecido em inglês como “Lady Gould” (Senhora Gould), foi assim chamado pelo primeiro ornitólogo a estudar a espécie, John Gould, em homenagem à esposa Elizabeth quando esta faleceu. Hábil desenhista de pássaros, ela registrou a imagem das aves que o casal pesquisou junto em expedições realizadas no século XIX.


O diamante de Gould, criado há mais de 100 anos em cativeiro, ambientou-se à criação doméstica a ponto de não estranhar a aproximação das pessoas e permanecer calmo em situações como quando se coloca comida na gaiola, sem demonstrar medo. Isto é extraordinário se considerarmos que na natureza não desce ao solo para beber se não pressentir absoluta segurança, podendo voar até 3 horas à procura de um poço seguro. A confiança adquirida não significa, porém, que o local onde fique não deva ter algum resguardo, para que ele viva e procrie bem. É bastante comum que viva mais de 10 anos, quando tratado adequadamente.


Recomenda-se antes de um envolvimento com o Gould alguma experiência com espécies mais rústicas como Canário de Cor, Periquito Australiano e Manon. Isto porque o Gould é um pouco mais delicado, mas não a ponto de causar problemas.


Quanto à procriação, na maioria dos casos (há exceções) a espécie não dá atenção aos filhotes, exigindo o uso de uma ama-seca, como o Manon, para chocar os ovos e cuidar dos pequenos até a sua independência.


Pode conviver com outras aves, como o Starfinsh, Mandarim, Manon e Bico-de-prata principalmente em viveiros ou voadeiras que são mais espaçosos. Deve-se evitar superpopulação e espécies agressivas.


O interesse pela sua criação cresceu com o aparecimento, sobretudo nos últimos 10 anos, de mutuações com novas cores e marcações.


Última edição por Eduardo Machado em Seg 2 Out - 8:22, editado 2 vez(es)

CÉLIA MARIA CAYRES
CÉLIA MARIA CAYRES
SUPERVISOR CHEFE
SUPERVISOR CHEFE
Mensagens : 5966
Pontos : 8925
Reputação : 565
Data de inscrição : 06/09/2013
Idade : 58
Localização : São Paulo

Tudo sobre o Diamante De Gould - Página 2 Empty Re: Tudo sobre o Diamante De Gould

Seg 25 Jan - 22:16
jair antonio olivatto escreveu:OLA EDUARDO TENHO MUITAS DUVIDA ÉSA  É UMA VOU CÔMPAR UM CASAL DE DIAMANTE GOULD  E UM CASAL DE MANON QUANDO O DIAMANTE COMEÇAR A BOTAR É PRECISO O MANON ESTAR CHOCANDO  O BRIGADO.
Boa noite amigos Criadores de Pássaros !

Jair Antonio,

Precisa abrir um novo tópico com as suas dúvidas na área correta "Criação de Exóticos" clique em " Diamante Gould", ok ? :estudar: 

CÉLIA
Eduardo Machado
Eduardo Machado
ADMINISTRADOR
ADMINISTRADOR
Mensagens : 17297
Pontos : 21934
Reputação : 1522
Data de inscrição : 07/12/2010
Idade : 42
Localização : Espirito Santo do Pinhal - SP
https://www.criadoresdepassaros.com

Tudo sobre o Diamante De Gould - Página 2 Empty Re: Tudo sobre o Diamante De Gould

Seg 2 Out - 8:23

COMO CRIAR DIAMANTE DE GOULD?

Eduardo Machado
Eduardo Machado
ADMINISTRADOR
ADMINISTRADOR
Mensagens : 17297
Pontos : 21934
Reputação : 1522
Data de inscrição : 07/12/2010
Idade : 42
Localização : Espirito Santo do Pinhal - SP
https://www.criadoresdepassaros.com

Tudo sobre o Diamante De Gould - Página 2 Empty Re: Tudo sobre o Diamante De Gould

Seg 9 Jul - 18:28

DIAMANTE DE GOULD





Como criar 
Reproduzir 
Dicas e manejos 

Eduardo Machado
Eduardo Machado
ADMINISTRADOR
ADMINISTRADOR
Mensagens : 17297
Pontos : 21934
Reputação : 1522
Data de inscrição : 07/12/2010
Idade : 42
Localização : Espirito Santo do Pinhal - SP
https://www.criadoresdepassaros.com

Tudo sobre o Diamante De Gould - Página 2 Empty Re: Tudo sobre o Diamante De Gould

Ter 27 Fev - 7:56
O Diamante Gould, é um belo pássaro, com suas cores belas.

Quem pretende iniciar uma criação, precisa ler esse artigo, as dicas são importantes como a genética, cruzamentos de ave recessiva com recessiva, pode acarretar filhotes com tamanhos pequenos, favoráveis as doenças e problemas na própria genética. 

O manejo tem detalhes que devem ser observados  e seguidos.

Obrigada por compartilhar suas pesquisas com todos nós !
Ir para o topo
Permissões neste sub-fórum
Não podes responder a tópicos