Conhecendo melhor o COLEIRO - Página 2
ANUNCIOS
Publicidade

Últimos assuntos
quais frutas meu coleiro pode comer ? Ter 9 Jul - 17:08Eduardo Machado
O CANTO DO AZULÃOTer 9 Jul - 17:08Eduardo Machado
Como voce conheceu o forum ?Ter 9 Jul - 17:07Eduardo Machado
Aves legalizadas à venda!Ter 9 Jul - 17:07Eduardo Machado
Esse sou EUTer 9 Jul - 17:06Eduardo Machado
QUAL E A MELHOR EPOCA PRO TRINCA FERRO CANTARTer 9 Jul - 17:05Eduardo Machado
Guias para criação
Ir para baixo
João Pereira
João Pereira
Pasarinheiro Expert
Pasarinheiro Expert
Mensagens : 8320
Pontos : 9349
Reputação : 575
Data de inscrição : 01/07/2013
Idade : 38
Localização : perdido em algum lugar desse Brasil

Conhecendo melhor o COLEIRO - Página 2 Empty Conhecendo melhor o COLEIRO

Qua 19 Fev - 23:23
Relembrando a primeira mensagem :

                           Conhecendo melhor o Coleiro 





Coleiro, Coleirinha, Coleirinho, Papa-capim, Bahiano, Paulista ou Papa-Arroz
 é uma ave do gênero Sporophila.


Seus habitat são campos abertos e capinzais, ocorrendo praticamente em todo Brasil, com exceção da Região Amazônica e Nordeste.


Devido ao crescente desmatamento e caça ilegal observa-se o aparecimento destas aves em regiões urbanas, sendo avistados nos quintais das casas e nas ruas das cidades, à procura de alimento, há regiões que já foram extintos. 


Alimenta-se principalmente de pequenas sementes. Quando criada em cativeiro, sua dieta baseia-se em alpiste e outras sementes. É uma ave muito aprecida por criadores, profissionais e amadores, devido à beleza de seu canto. Hoje existe a disputa de canto em torneios realizados com aves certificadas e registradas junto ao IBAMA.


Reproduz-se entre agosto e fevereiro, sendo que em algumas regiões e em casos de abundância de alimento pode reproduzir-se durante todo o ano, principalmente em regiões de clima quente. 


Sua ninhada geralmente constitui-se de um a três filhotes, os quais são valentemente protegidos pelos pais contra predadores, não obstante seu tamanho reduzido.
No período reprodutivo, o casal afasta-se do grupo e estabelece seu território. No início o ninho é construído pelo macho e todas as demais tarefas correspondem à fêmea, ficando o macho com a atribuição de cantar para afastar outros coleiros da área.
Apesar de viver nas áreas abertas, procura árvores da borda das matas nos horários quentes do dia e nidifica em árvores e arbustos do contato mata/campo aberto.


O ninho, feito à base de gramíneas, raízes e outras fibras vegetais é construído em forma de tigela rasa sobre arbustos a poucos metros do solo. A fêmea põe geralmente 2 ovos, que são incubados por cerca de duas semanas ou menos, cada fêmea choca 3 ou 4 vezes por ano.


Os filhotes abandonam o ninho após 13 dias de vida e com 35 dias, já estão aptos a comerem sozinhos, e atingem a maturidade sexual logo no primeiro ano de vida, podendo viver em média de 10 a 12 anos na natureza e até 20 anos em gaiolas.  


Sua reprodução em cativeiro se dá facilmente, necessitando apenas de um espaço amplo, preferencialmente acima de 2 metros quadrados, sendo que sua cópula acontece com a fêmea parada e o macho a sobrevoa durante longos períodos.


Quando filhotes a sua cor é parda(esverdeada). Após duas ou três trocas de pena(muda) o macho adiquiri a cor branca e negra ou negra e amarela (dependendo da espécie), a fêmea possui cor parda, sendo mais escura nas costas. 


A maioria das fêmeas não canta.


Alimentação do seu Coleiro , 





pode ser oferecido ao coleiro - alpiste ,senha ,niger 
painços (portugues , comum , verde , vermelho , preto) alem de perila , larvas de tenebrios  e farinhada ( pode ser caseira ou industrial )grit mineral  e osso de siba .
















Apreciam muito, como guloseimas, sementes de capim frescas, por exemplo, 
as de “pé de galinha”, colonião, braquiara, margoso, favorito, entre outros









Frutas e legumes (maçã , banana , laranja , melão , jiló , berinjela , pepino , abobrinha , etc) no maximo 2 vezes por semana.
Vale lembrar que não devemos deixar os vegetais por muito tempo nas gaiolas. Deixar de um dia para o outro nem pensar pois azedam e criam fungos nocivos às aves. 



COMO ESQUENTAR O SEU COLEIRO :
 
Dando Banhos de Sol e Banheiras com água 
levar em Lugares abertos, com barulho de natureza.
Ouvir, à distância, um outro coleiro cantar
 (ou um CD)
Ver ou escutar uma fêmea , mexe com o brio do coleiro
Ficar pendurado em lugares interessantes (de forma que ele possa ver movimento)
coleiros adoram movimentos , quanto mais vc mexer com ele  mais ele gosta .








DICAS DE COMO REPRODUZIR  COLEIRO :








Acasalamento


Um criador pode tentar manter um casal de Coleiros juntos durante todo o ano. Talvez dê certo; talvez não. Algumas espécies convivem na mesma gaiola com 
facilidade (por exemplo, os Canários da Terra), mas nem todas possuem esta característica. Os Coleiros também vivem em bandos quando não é época de reprodução, mas apresentam comportamento territorialista nos meses de acasalamento. 

Tradicionalmente, deixa-se a fêmea em uma gaiola e o macho em outra. No tempo apropriado, o criador irá tentar juntá-los para o acasalamento. Este processo 
acontece da seguinte forma:

É necessário que o criador prepare uma aproximação entre os dois, um "namoro" que será uma etapa de pré-acasalamento. Neste namoro, recomenda-se deixar macho e fêmea se escutando, para que escutem os ruídos e pialadas um do outro. A fêmea irá escutar o canto do macho e irá se sentir atraída.

Depois, o criador pode deixar com que eles se vejam e fiquem um tempo com gaiolas próximas, uma ao lado da outra. Isso fará com que eles se acostumem 
com a presença um do outro antes que sejam colocados para acasalar. 
Quando a fêmea estiver abaixando ao ver o macho, é hora de juntá-los para a gala.

Depois da gala, o criador pode tentar deixá-los juntos. Existem algumas fêmeas que permitem que os machos ajudem a criar os filhotes (e existem alguns 
machos que querem cuidar dos filhotes). Mas cuidado: não são todos os machos que querem ajudar a fêmea e nem todas as fêmeas que permitem que o macho as ajude.

O criador deve deixar as gaiolas encostadas para ver se o macho dá comida no bico da fêmea. Se isso acontecer, o criador pode colocá-los em uma mesma gaiola (desde que haja espaço suficiente). Caso o acasalamento tenha sido feito
em uma criadeira, o criador pode colocar a grade de separação depois que o macho galar a fêmea (para observar o comportamento de ambos). Caso eles se aceitem, o criador pode retirar a grade e deixá-los juntos. 

Se o criador costuma oferecer sementes ao seus Coleiros, que ofereça também abundância de complementos durante a época de reprodução (como Milho-Verde, Jiló, Couve, Pepino, Farinhada, Larvas de Tenébrio, etc.) Caso ele esteja tratando seus Coleiros com ração extrusada, basta fornecer a farinhada e larvas como complemento.

O criador não precisa se preocupar em alimentar os filhotes (pois a fêmea irá fazê-lo). O passarinheiro só deve se preocupar com isso caso ele perceba que a fêmea (por alguma razão) não está dando comida aos ninhegos. 
Nestes casos, ele deve fornecer uma papinha para filhotes (comprada em casas especializadas ou sites de produtos para aves).


Última edição por João Pereira em Dom 2 Nov - 20:34, editado 4 vez(es)

leone15726
leone15726
Passarinheiro Recente
Passarinheiro Recente
Mensagens : 3
Pontos : 3
Reputação : 0
Data de inscrição : 27/05/2015
Idade : 26
Localização : bahia feira de santana

Conhecendo melhor o COLEIRO - Página 2 Empty Re: Conhecendo melhor o COLEIRO

Qua 27 maio - 17:23
olha tenho 2 papacapim baiano os dois canta mais quero mestra para canta sil sil mais elas sao pardo como fasso isso ela canta muito embolado
leone15726
leone15726
Passarinheiro Recente
Passarinheiro Recente
Mensagens : 3
Pontos : 3
Reputação : 0
Data de inscrição : 27/05/2015
Idade : 26
Localização : bahia feira de santana

Conhecendo melhor o COLEIRO - Página 2 Empty Re: Conhecendo melhor o COLEIRO

Qua 27 maio - 17:23
olha tenho 2 papacapim baiano os dois canta mais quero mestra para canta sil sil mais elas sao pardo como fasso isso ela canta muito embolado
leone15726
leone15726
Passarinheiro Recente
Passarinheiro Recente
Mensagens : 3
Pontos : 3
Reputação : 0
Data de inscrição : 27/05/2015
Idade : 26
Localização : bahia feira de santana

Conhecendo melhor o COLEIRO - Página 2 Empty por favor ajuda

Qua 27 maio - 17:25
olha tenho 2 papacapim baiano os dois canta mais quero mestra para canta sil sil mais eles sao pardo como fasso isso ela canta muito embolado
Diego marcilio
Diego marcilio
Moderador Silvestres
Moderador Silvestres
Mensagens : 1196
Pontos : 1411
Reputação : 139
Data de inscrição : 25/06/2013
Idade : 24
Localização : Santa Catarina

Conhecendo melhor o COLEIRO - Página 2 Empty Re: Conhecendo melhor o COLEIRO

Qua 27 maio - 19:30
Amigo vc deseja encartar canto em uma femea ?? é isso
Bruno Tavares Ferreira
Bruno Tavares Ferreira
Passarinheiro Recente
Passarinheiro Recente
Mensagens : 4
Pontos : 4
Reputação : 0
Data de inscrição : 07/09/2015
Idade : 39
Localização : Rio de janeiro

Conhecendo melhor o COLEIRO - Página 2 Empty Re: Conhecendo melhor o COLEIRO

Seg 7 Set - 22:38
Como saber se meu coleiro e macho
Ir para o topo
Permissões neste sub-fórum
Não podes responder a tópicos