ANUNCIOS
Últimos assuntos
» Casal de pintassilgos
por dinoo Hoje à(s) 9:46

» Aniversariantes do dia 10/12/2016 !
por CÉLIA MARIA CAYRES Hoje à(s) 0:10

» Ninho de canário belga
por Luan Lacinta Ontem à(s) 23:59

» Transporte de calopsitas
por Luan Lacinta Ontem à(s) 23:46

» Transporte de aves
por Pablo1999 Ontem à(s) 17:58

» Ninho de canário belga
por canarios_art Ontem à(s) 16:47

» DESAFIO QUE PASSARINHO É ESSE ?
por Eduardo Machado Ontem à(s) 15:11

ANUNCIO
SITES PARA CRIADOR
AJUDA COM OUTROS ANIMAIS
CANAL YOUTUBE
TopSites AvesPT
PESQUISE SOBRE ESPECIES
ATUALIZAÇÕES
Loading...

Alimentação dos Canários

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Alimentação dos Canários

Mensagem por VALERIO em Seg 12 Mar - 12:42

Alimentação dos Canários

Sementes:


Alpiste: Como já sabemos o alpiste é a principal semente usada na dieta do canário, é rica em hidrato de carbono, proteínas, vitaminas B1 e E, etc. Os hidratos de carbono produzem calorias, mantendo a saúde da ave, facilitando o digestão.
Aveia: Também é uma semente rica em hidrato de carbono exercendo ação benéfica sobre o aparelho digestivo, semelhante ao grão de trigo e arroz com casca.

Colza: Uma semente rica em proteínas, ótima para o desenvolvimento da glândula tireóide, músculos, penas, vísceras, tendões, possui ainda hidrato de carbono, vitaminas, uma semente oleosa e gordurosa, semente de cor escura, em forma de esfera.

Níger: Como a colza esta também é uma semente escura e comprida, é recomendada mais na época de criação mas podendo ser fornecida o ano todo, também possui bastante óleo, sendo um bom fortificante das matérias corantes dos canários.

Linhaça:Também é bastante oleosa, rica em proteínas, é recomendada ser fornecida as aves na época de muda de pena, pois acentua o brilho das penas.

Nabão: É utilizado também nos canários de canto, uma semente macia, é bem oleoso, rica em gordura e hidrato de carbono.

Descrevemos as principais sementes usada na alimentação dos canários, existe outras sementes que são empregadas na alimentação dos canários, além de serem difíceis de serem encontradas no mercado elas agem com as mesmas condições vitaminicas delas na alimentação do canário obedece certas necessidades biológicas, sendo substituídas estas carências pelas farinhadas com ovo, óleo de fígado de bacalhau.

Areia: Como nós criadores sabemos que as aves em geral não possuem dentes, como nos canários o processo de digestão ocorre quando os músculos da moela se contraem triturando os grãos de alimento ingeridos, é nesse processo que a areia desempenha um papel fundamental. É a areia que permite a "trituragem" que antecede a digestão se proceda de maneira completa, permitindo que a ave possa extrair do alimento todo o seu valor nutritivo. A areia que é ingerida pela ave vai para moela, fazendo as vezes dos dentes, ajudando a trituragem e digestão dos alimentos. Por esta razão o canário deve sempre ter à sua disposição uma quantidade de areia grossa, lavada e peneirada, se possível; esterilizada e seca ao sol, pode-se acrescentar junto desta areia a casca de ovo que pode ser fervida e moída ou triturado no liqüidificador após secar ao sol por alguns dias, a casca não deve ser triturada muito no liqüidificador para evitar que vire pó, e que fique num tamanho em que o canário possa escolher, onde junto com a areia irá na moela.

A casca de ovo é uma rica fonte de cálcio o qual é indispensável para a vida das aves. A areia deve permanecer diariamente pois as aves saberão quanto e quando se alimentar.

Água: Como em todos os seres vivos a maior parte que constitue o corpo é água, como não poderia de ser os canários também possuem água em seu corpo 60%. Uma ave pode ficar sem comer e perder suas gorduras e proteínas e ainda sobreviverá, enquanto que a perca de 15% de água resultará em sua morte.

Os canários deve ter a sua disposição um pote de água para beber e outro para se banhar (já visto em outro capítulo). A água a ser fornecida para o consumo da ave deve ser um água fresca e limpa, livre de impurezas ou mesmo de produtos químicos como cloro, etc; produtos estes que são utilizados no seu tratamento. A água é um dos alimentos que não há substituto, ele só vai ingerir aquela, por este motivo quando tiver de administrar remédios e vitaminas faz-se por via desta, pois a ave será obrigada a ingerir.

No organismo da ave se faz necessário pois a mesma transporta materiais de uma parte do corpo para outra e executa funções importantes na regulação da temperatura do organismo dos canários.

A quantidade de água a ser consumida pelos canários em relação aos alimentos chega a ser numa proporção de 3 partes de água para uma parte de alimento ingerido.

A água deve ser trocada todos os dias, evitando assim o acumulo de limpo nos bebedouros que é prejudicial a ave, evite que fiquem expostos aos raios solares, porque a água esquenta e pode causar diarréia as aves.

Quanto a água de beber em viveiros e voadeiras estas devem ser colocadas do lado externo como nas gaiolas, se não for possível é aconselhável que não se coloque as vasilhas de água debaixo dos poleiros, para evitar que as aves defequem dentro dos bebedouros, podendo contaminar a água.

Lembramos sempre fornecer água limpa e fresca as aves e se possível de mina ou poços artesiano, pois temos notado que a água com cloro vem dando diarréia nas aves. Quando houver excesso de cloro na água (notável pelo cheiro forte e pelo paladar), deve-se fervê-la.

Carvão: O Carvão vegetal é utilizado como fortificante para os canários, evitando doenças e fornece uma maior resistência as aves, fornecendo ao canário uma vez por mês na seguinte forma: tritura-se o carvão até formar um pó, mistura-se aos poucos o mel puro, até que forme uma pasta farinhada.


A L I M E N T A Ç Ã O D O S F I L H O T E S

A alimentação dos filhotes se baseia quase toda no ovo cozido.

Deve-se fornecer aos casais com filhotes deste que estes tenham nascido a farinhada com o ovo cozido passado na peneira. junto com 2 colheres de sopa da farinhada. Enquanto os filhotes não saírem do ninho, forneça aos pais papa de pão, almeirão, couve e a farinhada, se o criador optar pela papa de pão com leite, esta como a de água não deve permanecer o dia todo pois azedam.

Após os filhotes saírem do ninho, a alimentação será a mesma indicada acima, aos 28 a 32 dias os filhotes começaram a comer sozinhos, beliscando as folhas de almeirão, sementes, etc. Depois de separar os filhotes dos pais continue a dar a farinhada por mais alguns semanas até que comecem a quebrar e descascar as sementes.


C O M O A L I M E N T A R O S F I L H O T E S

O criador pode ajudar a fêmea a tratar os filhotes com pouco desenvolvimento, será necessário o criador providenciar um palito de fósforo, ou um bastão afinado na ponta com 2mm mais ou menos. Observar bem se não ficou farpas ou pontas agudas.

Nos casos que as fêmeas não alimentam os filhotes devemos alimentar de 3 a 4 vezes por dia com papa de pão ou farinhada com ovo levemente umedecida para facilitar a absorção pelo filhote.

Retire o ninho com cuidado não assustando a fêmea; com movimentos feito no ninho os filhotes abrem o bico facilmente. Nos primeiros dias você poderá encontrar alguma dificuldade em alimentar o filhote, porque eles não param de mexer a cabeça, mas com a pratica e o tempo irá adquirir prática e os filhotes começarão a se firmar melhor, parando a cabeça quase que numa só posição.

A quantidade a ser dada vária da fome do filhote, perceba que no início eles comem e o alimento passa direto sem ficar no papo, após uns dias você notará que a comida já irá parar no papo e você perceberá, se esta bem alimentado ou não, o papo parece que esta inchado mas não e necessidade de se preocupar por ser um fato normal. As vezes irá notar que o papo fica com um pouco de ar dentro (bolhas de ar), isto também não é problema e resolverá sozinho conforme o alimento vai sendo ingerido.

Quando for alimentar o filhote pela última vez ao dia, esta alimentação necessita de ser a mais completa possível, pois o filhote ira passar um longo período noturno com aquela última alimentação.

Sempre após de fornecer alimentos para os filhotes verifique se suas narinas e bicos estão limpos para evitar que a comida resseque e tampe as narinas do filhote.


FIQUE COM DEUS.


Valerio

Dói recomeçar do zero... Mas ainda assim o pássaro jamais emudece, nem retrocede, segue cantando e construindo, construindo e cantando...
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

VALERIO
Passarinheiro Intermediário
Passarinheiro Intermediário

Mensagens : 459
Pontos : 497
Reputação : 12
Data de inscrição : 07/12/2010
Idade : 38
Localização : Hortolândia - SP

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Alimentação dos Canários

Mensagem por ENIVALDO em Seg 12 Mar - 13:51

Valério

Parabéns muito boa a explicação assim fica fácil tratar e cuidar bem dos alados.





Criar é uma arte e devemos fazer da melhor maneira possível 


[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]


[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]



[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]


[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

ENIVALDO
Membro de Honra
Membro de Honra

Mensagens : 6706
Pontos : 7652
Reputação : 556
Data de inscrição : 03/02/2011
Idade : 38
Localização : Belo Horizonte

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Alimentação dos Canários

Mensagem por rodrigo bezerra em Seg 12 Mar - 14:37

parabéns. [Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]


[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

rodrigo bezerra
Pasarinheiro Expert
Pasarinheiro Expert

Mensagens : 1834
Pontos : 2112
Reputação : 67
Data de inscrição : 21/06/2011
Idade : 35
Localização : rio de janeiro

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Alimentação dos Canários

Mensagem por Lucas Santos em Seg 12 Mar - 14:55

Parabéns Valério!!
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Lucas Santos
Pasarinheiro Expert
Pasarinheiro Expert

Mensagens : 3309
Pontos : 3576
Reputação : 152
Data de inscrição : 08/12/2010
Localização : Rio de janeiro.

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Alimentação dos Canários

Mensagem por Dorival Junior em Seg 12 Mar - 17:54

Opa valeu VALERIO, EU como iniciante, isso vai ajudar e muito.
Abraços Caro!!!
juntos


Dorival Junior E Bigo & Biga(casal de belga)
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.] [Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Dorival Junior
Passarinheiro Recente
Passarinheiro Recente

Mensagens : 61
Pontos : 99
Reputação : 0
Data de inscrição : 25/02/2012
Idade : 43
Localização : Itapema SC

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Alimentação dos Canários

Mensagem por MARCELO CORAÇÃO VALENTE em Seg 12 Mar - 18:00

Show de bola Valério..hehehe


[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

MARCELO CORAÇÃO VALENTE
Moderador Silvestres
Moderador Silvestres

Mensagens : 7102
Pontos : 7893
Reputação : 464
Data de inscrição : 10/12/2010
Idade : 42
Localização : Rio de Janeiro /RJ, tropa de elite.

http://automobilismo.forumeiro.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Alimentação dos Canários

Mensagem por jeanvictorbp em Dom 12 Ago - 16:16

valeu a explicaçao

jeanvictorbp
Passarinheiro Avançado
Passarinheiro Avançado

Mensagens : 565
Pontos : 610
Reputação : 21
Data de inscrição : 06/08/2012
Localização : rio de janeiro

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Alimentação dos Canários

Mensagem por João Brito em Dom 12 Ago - 16:45

Eu o alimento com mistura para exóticos, tem prolemas? Pela explicação comprarei a de canários pois nem todas tem na de exóticos.Obrigado.
Abraços.


[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

João Brito
Passarinheiro Intermediário
Passarinheiro Intermediário

Mensagens : 389
Pontos : 454
Reputação : 9
Data de inscrição : 22/07/2012
Idade : 17
Localização : Salvador-Ba

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum