Inseminação artificial em pássaros - Página 2
ANUNCIOS
Publicidade

free counters
Guias para criação
Anuncios

    Não há anúncios disponíveis.

    Face
    Fechar Anuncio!
    Curta nosso Facebook
    Compartilhe
    Ir em baixo
    Lucas Santos
    Lucas Santos
    Pasarinheiro Expert
    Pasarinheiro Expert
    Mensagens : 3309
    Pontos : 3576
    Reputação : 152
    Data de inscrição : 08/12/2010
    Localização : Rio de janeiro.

    Inseminação artificial em pássaros - Página 2 Empty Inseminação artificial em pássaros

    Ter 14 Fev - 17:14
    Relembrando a primeira mensagem :

    Venho propor um debate com todos os membros do Fórum, sobre Inseminação artificial em pássaros.
    Oque acham?
    Pontos positivos?
    Pontos negativos?
    Será o Futuro da Ornitologia?




    Última edição por Lucas Santos em Ter 14 Fev - 17:20, editado 1 vez(es)

    FERNANDA PAULINO
    FERNANDA PAULINO
    Passarinheiro Avançado
    Passarinheiro Avançado
    Mensagens : 545
    Pontos : 556
    Reputação : 9
    Data de inscrição : 31/01/2012
    Idade : 32
    Localização : RIO DE JANEIRO

    Inseminação artificial em pássaros - Página 2 Empty Re: Inseminação artificial em pássaros

    Ter 14 Fev - 20:45
    TURMA E COMO SERIA FEITO ESSA INSEMINAÇÃO ARTIFICIAL?


        :yey: FERNANDA PAULINO. :juntos:

    [Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
    FILIPEGDNT
    FILIPEGDNT
    Passarinheiro Recente
    Passarinheiro Recente
    Mensagens : 35
    Pontos : 40
    Reputação : 3
    Data de inscrição : 20/12/2011
    Idade : 36
    Localização : Mogi Guaçu - SP

    Inseminação artificial em pássaros - Página 2 Empty Re: Inseminação artificial em pássaros

    Ter 14 Fev - 22:34
    Prezados, na minha humilde opinião é mais um método, que se bem utilizado não há problemas em ser executado.

    Trabalho com aves de rapina, e através do contato que tenho com outros criadores estrangeiros, sei que no exterior é um ato comum entre os que criam espécies de difícil manejo, ou quando há risco da fêmea matar o macho (fêmeas de rapinantes são bem maiores que os machos).
    Outro caso lá, é que híbridos de rapinantes são permitidos, e tal método também é utilizado afim de conseguir tais híbridos. Deve-se apenas tomar o cuidado de "imprintar" os filhotes gerados (cuidando deles na mão desde pequenos), para que não consigam reproduzir caso haja uma fuga, pois fazendo isso (imprint), os indivíduos não reconhecem outra ave como parceiro sexual (pensam que são humanos), minimizando assim em casos de fuga, os riscos de passarem os genes hibridizados para frente em aves selvagens e puras geneticamente.

    No meu entender existem algumas formas de se fazer a inseminação (no caso das aves de rapina):

    Uma delas é, após ser feito o imprint, e a ave ser criada até a maturidade sexual (lembrando que aves imprintadas pensam que são humanas), a coleta de sêmem do macho é realizada pelo tratador do mesmo. Na temporada reprodutiva, a ave tenta galar o tratador (geralmente na cabeça), e com auxílio de um chapéu específico, coleta-se o sêmem. Este material pode ser congelado em nitrogênio para uso posterior, ou ser utilizado imediatamente, onde o tratador da fêmea imprintada se aproxima dela, instigando-a a pedir gala e levantar a cauda, inseminando-a com o material coletado do macho.
    A outra maneira é a inseminação forçada (tanto a coleta quanto a inseminação), "contendo" o macho e massageando a cloaca para extrair o sêmem, fazendo posteriormente o mesmo na cloaca da fêmea para inseminar.
    Pode ser feito também uma mistura de técnicas, extraindo o material de um macho imprint e inseminando em uma fêmea não imprint e vice-versa.

    Creio que no caso de aves ameaçadas também é muito válido, pois nem sempre consegue-se resultados expressivos para se salvar uma espécie tentando da maneira natural (pareando).

    Bom, não sei se ficou confuso, ou se deu pra entender. Espero que tenha ajudado.

    Lembrando que citei o caso das aves de rapina, mas acredito que tais métodos são passíveis de utilização em outras ordens da classe aves.

    Att.


    Última edição por FILIPEGDNT em Qua 15 Fev - 9:56, editado 2 vez(es)
    Diogo Garccia
    Diogo Garccia
    Passarinheiro Intermediário
    Passarinheiro Intermediário
    Mensagens : 331
    Pontos : 356
    Reputação : 9
    Data de inscrição : 02/06/2011
    Idade : 30
    Localização : paraiba

    Inseminação artificial em pássaros - Página 2 Empty Re: Inseminação artificial em pássaros

    Ter 14 Fev - 22:52
    seria perfeitamente valido para preservaçao de especies em extinçao.
    como toda reproduçao, deve ser certificado q ambos os animais (macho e femea) tenham um bom antecedente genetico alem de estarem preparados para a reproduçao. tanto para a colheita de semen qanto para a inseminaçao sao necessarias pelo menos duas pessoas. o semen eh colhido por meio de uma "massagem" no ventre do macho e a inseminaçao eh feita com uma peqena pressao no ventre proximo a cloaca para q ela fiqe "exposta", nesse momento se aplica uma peqena qantidade de semen na mesma. esses dados sao para canarios, para outros passaros maiores alguns passos devem ser parecidos, se nao, todos.
    Marcos Ferreira
    Marcos Ferreira
    Passarinheiro Junior
    Passarinheiro Junior
    Mensagens : 100
    Pontos : 149
    Reputação : 0
    Data de inscrição : 03/11/2011
    Idade : 26
    Localização : Bela Vista, MG

    Inseminação artificial em pássaros - Página 2 Empty Re: Inseminação artificial em pássaros

    Ter 14 Fev - 22:57
    Dos periquitos é assim e pode se fazer em casa (mais acho que demora pra pega a pratica)

    Para a realização da inseminação propriamente dita, tudo que se precisa é um tubo capilar e alguns pedaços de papel absorvente ou pano. A colheita do sêmem é feita através da pressão dos dedos na cloaca do macho. Anatomicamente os machos dos periquitos possuem uma bolsa próximo a região da cloaca, cuja finalidade é o armazenamento do esperma produzido nos testículos. Como se sabe, os testículos nos periquitos são orgãos internos, localizados na região abdominal mais precisamente perto dos rins. O que se precisa então é apenas saber “espremer”&nbsp; corretamente a bolsa citada anteriormente. Com a pressão o esperma é expelido para o exterior, devendo ser colhido com o tubo capilar. Para uma melhor colheita é aconselhável que as penas em volta da cloaca sejam retiradas.</P>

    Nas fêmeas, a primeira providência é fazer uma limpeza de seus intestinos e uretra, eliminando assim, as fezes e a urina. Caso não seja realizada esta limpeza, é normal após a inseminação, quando se retorna a fêmea a sua gaiola que a mesma vá ao poleiro e elimine as fezes, eliminando juntamente o esperma anteriormente introduzido. Além disto, as fezes e principalmente a urina são extremamente prejudiciais ao esperma, impedindo a sua sobrevivência e consequentemente a sua caminhada até onde se encontram os óvulos a serem fecundados.</P>

    <P align=justify>&nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp; Esta limpeza é feita através de uma leve pressão na região da cloaca, realizando-se movimentos que assemelham-se com uma massagem. Expelida&nbsp; as fezes e a urina, pega-se o papel absorvente ou o pano e passa-se em volta da cloaca, retirando-se qualquer resíduo que por ventura tenha permanecido. Após este procedimento, aplique nova pressão na cloaca da fêmea até que se consiga visualizar a parte interna da mesma ( de cor rosada) e então assopre o esperma neste região. Deixe a cloaca se fechar normalmente e está terminada a inseminação. Retorne a fêmea a gaiola e observe se a mesma não expele novas fezes, caso afirmativo a inseminação artificial não logrará êxito. Esta operação não deve exceder o tempo máximo de 5 minutos, que corresponde ao tempo de sobrevivência do sêmem fora do organismo. Com prática você consegue fazer todas as operações citadas em menos de 2 minutos.</P>

    Concluindo, vejo na prática da inseminação artificial alguns pontos positivos e outros negativos. Na Inglaterra tais métodos são proibidos, porém, acho muito vago a proibição de certos atos que não podem ser fiscalizados com rigor, já que como dito anteriormente, com prática você consegue em poucos minutos e no interior de seu criadouro realizar a inseminação. De positivo fica a possibilidade de utilizar um macho de ótimas qualidades e que seja um forte transmissor destas características, em várias fêmeas ao mesmo tempo. De negativo, posso afirmar que nem sempre o macho que se quer utilizar para inseminação, possui esperma no dia desejado, além de como já salientado anteriormente, não ter conseguido fertilizar mais do que 1 ovo por inseminação.</P>

    < Finalizando, para ter certeza de que realmente a inseminação funciona, de um casal de celeste, inseminado com sêmem de um normal verde escuro, nasceu um filhote macho normal verde escuro.

    Fonte:
    Spoiler:
    http://www.periquitos.com.br/criadouro/inseminaoart.html

    desconsiderem as codificações em html, é que copiei do código fonte


    Markinhu
    [Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.] [Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.] [Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
    augusto20310
    augusto20310
    Passarinheiro Recente
    Passarinheiro Recente
    Mensagens : 72
    Pontos : 81
    Reputação : 0
    Data de inscrição : 03/12/2011
    Localização : jaguariúna SP

    Inseminação artificial em pássaros - Página 2 Empty Re: Inseminação artificial em pássaros

    Qua 15 Fev - 2:49
    Acho muito bom, principalmente em pássaros que não aceita o outro.Parabens ao meu vizinho de cidade Felipe,e o amigo marcos la de bela vista,
    pela boa vontade de informar aos membros.Abraço atodos


    https://www.youtube.com/watch?v=V7fz-QZrP2s

    https://www.youtube.com/watch?v=a4IQqjQiQ-w&feature=mfu_in_order&list=UL
    Voltar ao Topo
    Permissão neste fórum:
    Você não pode responder aos tópicos neste fórum