Guia de Criação e Reprodução Diamante Mandarim
ANUNCIOS
Publicidade

free counters
Guias para criação
Anuncios

    Nenhum anúncio

    Face
    Fechar Anuncio!
    Curta nosso Facebook
    Compartilhe
    Ir para baixo
    Luan Lacinta
    Luan Lacinta
    Moderador Exóticos
    Moderador Exóticos
    Mensagens : 246
    Pontos : 366
    Reputação : 50
    Data de inscrição : 07/03/2015
    Idade : 29
    Localização : Sobral Ceara

    Guia de Criação e Reprodução Diamante Mandarim Empty Guia de Criação e Reprodução Diamante Mandarim

    Ter 21 Abr - 1:55
    Olá pessoal, tem um certo tempo que comecei a criar mandarins, e vim compartilhar um pouco do conhecimento que adquiri com as minhas pesquisas. 


    Diamante Mandarim.

    O Diamante Mandarim, cujo nome científico é Taeniopygia guttata, são naturalmente encontrados em cerca de 90% da Austrália e pertencem a família Estrildidea. Na natureza, eles são resistentes, vivendo em grupos e procriando em colônias, ocupam terras com gramas e arbustos, savanas secas, áreas abertas, pastos e terras cultivadas, comendo principalmente semente de grama que eles encontram no chão.
    Os Diamante Mandarim alcançam o tamanho de 10 cm. Suas cores normais ou cores selvagens contém muitas áreas distintamente coloridas. 
    Os Diamantes Mandarins vivem naturalmente em bandos, eles são muitos sociais e devem ser mantidos em pares, não sozinhos.


    1- Diferença Sexual entre os Diamantes Mandarins. 

    Existem algumas diferenças do Diamante Mandarim macho e fêmea, uma vez que o macho apresenta 2 manchas na cor laranja em sua face, além disto as suas asas são coloridas, apresentando uma cor castanha intensa, sendo ponteado por pontos brancos. Já a fêmea de Diamante Mandarim tem uma cor mais cinzenta e uma pequena listra negra na zona do olho, que é conhecida popularmente como lágrima, além dela ser mais gordinha e arredondada.
    Os machos de Diamante Mandarim também possuem as patas e o bico de cor alaranjado intenso, já nas fêmeas a cor do bico e das patas é mais clara e elas não apresentam as manchas nas bochechas ou as listras no peito.

    [Tens de ter uma conta e sessão iniciada para poderes visualizar esta imagem]

    Essas são alguns diformismo sexual entre o Diamante Mandarim, o que pode variar de acordo com a mutação.


    2- Mutações de Diamante Mandarim.

    Aqui esta as mutações conhecidas de Diamante Mandarim, e em alguns casos se torna mais difícil diferenciar o macho da fêmea. Podendo ser identificado apenas pela cor do bico e patas, ou pelo teste de sexagem.


    [Tens de ter uma conta e sessão iniciada para poderes visualizar esta imagem]

    Da esquerda para a direita: Clássico Cinzento, Fator Bruno e Cinzento de Dorso Claro.

    [Tens de ter uma conta e sessão iniciada para poderes visualizar esta imagem]
    Da esquerda para a direita: Pastel, Face Negra e Fator Bruno de Dorso Claro.

    [Tens de ter uma conta e sessão iniciada para poderes visualizar esta imagem]
    Da esquerda para a direita: Peito Negro, Bochecha Negra e Peito Laranja.

    [Tens de ter uma conta e sessão iniciada para poderes visualizar esta imagem]
    Da esquerda para a direita: Pinguim, Prata ou Pastel e Mandarim de Crista.

    [Tens de ter uma conta e sessão iniciada para poderes visualizar esta imagem]
    Da esquerda para a direita: Branco, Phaeo e Panache.

    [Tens de ter uma conta e sessão iniciada para poderes visualizar esta imagem]
    Da esquerda para a direita: Bochecha Castanho Escuro, Bochecha Fator Bruno e Malhado.

    [Tens de ter uma conta e sessão iniciada para poderes visualizar esta imagem]
    Da esquerda para a direita: Eumo, Ágata e Bico Amarelo

    [Tens de ter uma conta e sessão iniciada para poderes visualizar esta imagem]
    Da esquerda para a direita: Dorso Claro de Peito Negro, Peito Pastel de Face Negra e Fator Bruno de Peito Negro.

    [Tens de ter uma conta e sessão iniciada para poderes visualizar esta imagem]
    Da esquerda para a direita: Dorso Claro de Peito Laranja, Ágata de Dorso Claro e Fator Bruno de Peito e Face Negra.


    3- Alimentação

    O Diamante Mandarim é um pássaro essencialmente granívoro, ou seja, sua alimentação é composta basicamente de sementes.
    Comida fresca e água devem ser fornecidos diariamente. Uma boa mistura de sementes para canários suprem suas necessidades de semente de grama e painço, estando disponível prontamente nas lojas de animais. Alguns criadores preferem fornecer as misturas de sementes destinadas a criação de Periquito Australiano, pois elas teriam uma variedade maior de sementes. 
    Outros comidas que devem fazer parte de uma boa alimentação, são as verduras, legumes e frutas, em especial a couve, mostarda, pepino, jiló e maça. Não dê abacate ou alface, eles podem fazer mal ao seu pássaro e até mesmo leva-los a morte. Eles também vão precisar de proteína, como por exemplo larvas de tenébrio e ovos.
    Com o nascimento dos filhotes você deve reforçar a alimentação para Diamante Mandarim, fornecendo, além da mistura de sementes ou ração extrusada, algumas verduras, legumes e frutas como a couve, mostarda, chicória, jiló, pepino e maçã (Não dê abacate ou alface, eles podem fazer mal ao seu pássaro e até mesmo leva-los a morte). Além disto também forneça uma boa farinhada a base de ovo para Mandarim, ela será a base da alimentação dos filhotes.

    3.1 Farinhada Caseira. 

    Fazer a sua própria farinhada caseira pode ser uma excelente escolha, especialmente se você tiver poucos pássaros em casa, ou então deseja ter certeza sobre a qualidade dos produtos utilizados na fabricação desta comida que os pássaros tanto gostam. Vale lembrar que você deverá fazer a farinhada abaixo na quantidade aproximada para dar a seus pássaros em um dia apenas, ou seja, não faça uma quantidade grande, pois não é aconselhável guardar e utilizar a farinhada caseira de um dia para outro, uma vez que ela poderá azedar, causando graves problemas de saúde para seus pássaros. 
    A farinhada é parte importante de uma boa alimentação para os pássaros, e pode ser usada em todas as épocas do ano.

    3.1.2- Receita de Farinhada Caseira 1.

    1 ovo bem cozido. 
    5 colheres de sopa de farinha de rosca.
    5 colheres de sopa de Mucilon.
    8 a 10 gotas de óleo de fígado de bacalhau. 
    1 pitada de farinha de ostra.

    Basta misturar todos os ingredientes, deixando a farinhada úmida. Se você quiser poderá acrescentar legumes e verduras ralados ou cortados em fatias finas. Esta farinhada é ótima para reproduzir o Diamante Mandarim, ela é muito utilizada pelos pais para tratar dos filhotes.

    3.1.3- Receita de Farinhada Caseira 2.

    0,5 Kg de Farinha de Milho (Branca ou Amarela) "passar os floco em um processador para afinar os mesmos" 
    0,5 Kg de Farinha de Rosca 
    0,250 Kg de Aveia em Flocos Finos 
    0,250 Kg de Mucilon de Milho ou de Arroz
    0,100 Kg de Farelo de soja tostado
    20 gramas (cerca de 1 ou 2 colheres de sopa) de farinha de ostra, ou casca de ovo moída.
    Pode ser fornecida com ovo ou sem, caso queira adicionar ovo. Adicione 1 ovo (coloco ele inteiro com casca para ser triturado junto a farinhada já misturada) a cada 300 gramas da farinhada, no caso eu só adiciono esse ovo quando vou fornecer a farinhada aos pássaros.
    Obs 1: Eu utilizo tenébrios na minha farinhada também, caso você tiver pode tentar adaptar eles a sua farinhada.
    Obs 2: Eu uso essa tanto para os Diamantes Mandarins quanto para os meus outros pássaros
    Você só não pode como deve adaptar a Farinhada a sua necessidade e a das suas aves.


    4- Reprodução do Diamante Mandarim.

    O Diamante Mandarim é um pássaro que pode ser facilmente reproduzido em casa. 
    Com cerca de 4 meses de idade as fêmeas já estão prontas para reproduzir, contudo não é aconselhável o acasalamento antes dos 6 meses de vida, pois isto poderá acarretar em problemas com a postura dos ovos. Os Diamante Mandarins são excelentes pais, não costumam abandonar o ninho e defendem seus filhotes, por isso que se torna relativamente fácil reproduzir o Diamante Mandarim durante todo o ano. (aconselho a dar um descanso após a troca de penas, para não judiar tanto das aves).
    Para reproduzir os pássaros devem ter pelo menos 9 meses de idade, de forma a evitar problemas com a postura dos ovos e pais imaturos. 
    A fêmea poderá botar de 4 a 6 ovos. O macho e a fêmea vão alternar o processo de chocar os ovos, que irão eclodir com cerca de 12 a 14 dias. Ambos os pais vão alimentar os recém-nascidos. Neste período, forneça verduras frescas diariamente, e alimentos macios, tais como pão molhado no leite, ovo cozido, ou cenoura ralada. 
    Os filhotes de Diamante Mandarim deixam o ninho com aproximadamente 4 semanas depois que eles nascem, e em 5 ou 6 semanas poderão ser separados completamente dos pais.

    4.1- Local para a Reprodução.

    O Diamante Mandarim pode ser reproduzido tanto em gaiolas em casais ou em viveiros em bando, caso vá utilizar gaiolas para a reprodução não é necessário a utilização de gaiolas muito grandes para que o acasalamento ocorra, por serem pássaros pequenos, uma gaiola criadeira com cerca de 50cm x 40cm x 40cm já é o suficiente. Em caso de viveiros procure evitar a superlotação para que não ocorra brigas entre as aves e forneça dois ninhos para cada casal, eles devem ser colocados o mais alto possível e separados dos outros ninhos. Também forneça muito material macio. O macho faz a maior parte do trabalho de construção de ninho. 

    4.1- O Ninho.

    Você poderá usar tanto ninhos em forma de taça (utilizados pelo Canario Belga), ou também os ninhos em forma de caixa, próprios para Diamante Mandarim ou os usados por Psitacídeos. Deixe capim, ervas secas ou fibras para a construção do ninho, sendo que tal tarefa normalmente ficará a cargo somente do macho.
    "Eu particularmente prefiro os ninhos tipo caixa."

    [Tens de ter uma conta e sessão iniciada para poderes visualizar esta imagem][Tens de ter uma conta e sessão iniciada para poderes visualizar esta imagem]
    Ninhos para Diamante Mandarim




    4.2- Postura dos Ovos e Nascimento dos Filhotes.

    As fêmeas irão botar de 4 a 6 ovos, podendo chegar até mesmo a 10, os filhotes de Diamante Mandarim irão nascer com 12 a 14 dias após o inicio do choco e com cerca de 15 a 20 dias começarão a sair do ninho. Um mês após o nascimento eles já estarão prontos para serem separados dos pais. 
    Com o nascimento dos filhotes você deve reforçar a alimentação, fornecendo, além da mistura de sementes ou ração extrusada, algumas verduras, legumes e frutas. Além disto também forneça uma boa farinhada a base de ovo, ela será a base da alimentação dos filhotes.


    Fontes
    1- http://casadospassaros.net
    2- http://hobbydospassaros.blogspot.com.br

    Bom pessoal, por enquanto é isso com o tempo vou atualizando.
    Boa sorte nas suas criações. 


    ____________________________________________________

    [Tens de ter uma conta e sessão iniciada para poderes visualizar esta imagem]
    [Tens de ter uma conta e sessão iniciada para poderes visualizar este link].
    [Tens de ter uma conta e sessão iniciada para poderes visualizar este link].
    Curta minha Página: Criadouro Lacinta.
    Eduardo Machado
    Eduardo Machado
    ADMINISTRADOR
    ADMINISTRADOR
    Mensagens : 17006
    Pontos : 21597
    Reputação : 1512
    Data de inscrição : 07/12/2010
    Idade : 39
    Localização : Espirito Santo do Pinhal - SP
    https://www.criadoresdepassaros.com

    Guia de Criação e Reprodução Diamante Mandarim Empty Re: Guia de Criação e Reprodução Diamante Mandarim

    Ter 21 Abr - 11:46
    Bom dia amigo , valeu por compartilhar com a gente , otimo artigo !!!


    Até mais e sucessos !



      [Tens de ter uma conta e sessão iniciada para poderes visualizar este link]



                                                                   


    [Tens de ter uma conta e sessão iniciada para poderes visualizar este link]
    Ir para o topo
    Permissões neste fórum
    Você não pode responder aos tópicos