ANUNCIOS

ANUNCIO
DOENÇAS E MEDICAMENTOS BEIJA FLORES GAIOLAS BUAVA
ESPECIES
OUTRAS ESPECIES

CLIQUE E CONFIRA CLIQUE E CONFIRA
SITES PARA CRIADOR
CANTOS PARA APRENDIZADO



CRIE SEU SITE CRIADOR
SEXAGEM DE PÁSSAROS

CONSULTE OUTRAS ESPECIES.

Arara CanindéAzulãoTucanoReprodução Trinca Ferro CalopsitasCanário Gloster
CANAL YOUTUBE
INSCREVA-SE EM NOSSO CANAL
TopSites AvesPT
Face 5
Fechar Anuncio!
Curta nosso Facebook

Efeitos fisiológicos da luz e nutrição na reprodução

Página 1 de 2 1, 2  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Efeitos fisiológicos da luz e nutrição na reprodução

Mensagem por juliocgn em Dom 11 Ago - 20:19

Pessoal, sabemos que devemos fazer o manejo com muito amor e carinho dos nossos alados e ter muita paciência, pois são seres vivos e não máquinas programáveis que fazem o que queremos a nosso tempo, e sendo assim faz-se necessário conhecer o funcionamento do corpo das aves para entedermos melhor como o processo reprodutivo funciona.
Dentre as diversas práticas executadas na canaricultura para otimizar a criação de filhotes está a manipulação da[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.] luz no canaril.  Seja natural ou artificial a luz é responsável pelo controle fisiológico das aves. Assim, fenômenos como: época de reprodução e muda de pena são influenciados pela presença, quantidade e intensidade da luz.
A freqüência da ovulação das aves é determinada basicamente por dois fatores, os genéticos e a exposição das aves a iluminação. Os fatores genéticos são intrínsecos de cada espécie, já os fatores de iluminação podem ser ajustados e adaptados para obter o máximo deprodutividade. A luz tem forte influencia na produção hormonal dos órgãos reprodutores das aves. A luz penetra no globo ocular e estimula a hipófise a produzir os hormônios responsáveis pelo processo reprodutivo (Hormônio folículo estimulante - FSH e Hormônio Luteinizante - LH).


O início da postura pode ser adiantado ou retardado por um regime luminoso.  As fêmeas de canários precisam de um fotoperiodo curto na fase de crescimento e muda de penas, seguido de um fotoperiodo longo na fase de reprodução.
O aumento gradual do fotoperiodo estimula a reprodução. Sabendo da importância da luz para a reprodução dos canários o criador poderá optar em adotar ou não um sistema de iluminação artificial do canaril visando o aumento do fotoperiodo. Optando em aumentar o fotoperiodo por meio da aplicação de luz artificial o criador deverá estar atendo a alguns pontos:
a)  O fornecimento de luz deve ser gradual aumentando o fotoperiodo em dois ou três minutos a cada dia,  de forma continua até que se obtenha no máximo 14 horas de luz por dia. Qualquer interrupção de fornecimento de luz altera os processos fisiológicos das aves e por conseqüência a reprodução poderá cessar e iniciar uma muda de penas fora de época.
b)  Normalmente inicia-se o fornecimento adicional de luz nos meses de junho e julho para antecipar a reprodução dos canários e para melhorar os índices de fertilidade do inicio da temporada de cria, pois uniformizar o plantel quanto ao preparo para a reprodução. 
c)  Para fazer uso desta importante técnica é possível dispor de equipamentos eletrônicos que facilitam a sua execução, tais como Timers e Dimmers. Os Timers são responsáveis pelo acionamento das lâmpadas do canaril e os Dimmers simulam o amanhecer e o entardecer. Quando o criador opta em utilizar somente o Timer recomenda-se que o aumento do fotoperiodo seja aplicado somente sobre o período da manhã para amanhecer antes do sol nascer. Neste caso não se deve aplicar no período da noite uma vez que o timer apaga as luzes de repente no horário programado e na época de cria é possível que fêmeas estejam fora do ninho, ficando desprotegidos filhotes e ovos.
d) Quando atingi-se as 14 horas de luz devemos manter o sistema programado para continuar  fornecendo a mesma quantidade de luz até o final da temporada de cria.
e)  Ao fim da temporada de cria deve-se diminuir gradativamente o fotoperiodo, para que as aves entrem no período de descanso e iniciem a muda de penas.  
O uso do sistema de iluminação pode trazer muitos benefícios desde de que aplicado corretamente. Sua aplicação também pode minimizar os efeitos negativos da oscilação do fotoperiodo decorrente das inconstantes condições climáticas observadas nesta época do ano.
avatar
juliocgn
Pasarinheiro Expert
Pasarinheiro Expert

Mensagens : 1034
Pontos : 1571
Reputação : 37
Data de inscrição : 14/06/2013
Localização : Rio de Janeiro

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Efeitos fisiológicos da luz e nutrição na reprodução

Mensagem por Eduardo Machado em Dom 11 Ago - 20:39

estudar  Show .. excelente artigo .. abraços



  [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]


[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
avatar
Eduardo Machado
ADMINISTRADOR
ADMINISTRADOR

Mensagens : 15149
Pontos : 18814
Reputação : 1224
Data de inscrição : 07/12/2010
Idade : 35
Localização : Espirito Santo do Pinhal - SP

https://www.criadoresdepassaros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Efeitos fisiológicos da luz e nutrição na reprodução

Mensagem por juliocgn em Dom 11 Ago - 21:13

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.] escreveu:estudar  Show .. excelente artigo ..  abraços
 Sempre as ordens !!!
Abraços !!!
avatar
juliocgn
Pasarinheiro Expert
Pasarinheiro Expert

Mensagens : 1034
Pontos : 1571
Reputação : 37
Data de inscrição : 14/06/2013
Localização : Rio de Janeiro

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Efeitos fisiológicos da luz e nutrição na reprodução

Mensagem por Franqlim Pereira em Dom 11 Ago - 21:29

muito bom esse artigo !!!


[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]


.... as respostas  para nossas perguntas  nem sempre e aquelas que queremos receber....
.....mais sim as que necessitamos para nosso bem........
avatar
Franqlim Pereira
Pasarinheiro Expert
Pasarinheiro Expert

Mensagens : 6514
Pontos : 7150
Reputação : 518
Data de inscrição : 14/09/2012
Idade : 31
Localização : volta redonda/RJ

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Efeitos fisiológicos da luz e nutrição na reprodução

Mensagem por Thiago Pereira Iza em Dom 11 Ago - 21:33

Fazendo com correção os resultados são ótimos, faço uso de acardia a alguns anos, nunca adianto a natureza, começo a programar a partir de agosto só, 2 minutos a mais cada dia, usando o controle de fotocelula...

No 1° dia: 10 minutos a mais do que a luz natural,

No 2° dia: 12 minutos

No 3° dia : 14  minutos, 

dai por diante até chegar a uma hora de uso a mais por dia, chegando a plenitude no inicio de setembro....

Faço uso até final de fevereiro, após começo a diminuir 2 minutos a cada dia, até tirar uma hora e igualar com a natureza, normalmente a diferença do 1 dia de uso para o ultimo com a luz natural e de 10 a 20 minutos....

Ex: quando chega o ultimo dia de uso da iluminação, quando desligo (manualmente), ainda a luz natural por 10 a 20 minutos, fazendo com que não notem diferença com a estação...

No movimento inverso para terminar o uso, não dar para usar fotocelula pelo motivo explicado....

Faço uso somente por criar em ambientes cobertos....
avatar
Thiago Pereira Iza
Pasarinheiro Expert
Pasarinheiro Expert

Mensagens : 2357
Pontos : 2495
Reputação : 114
Data de inscrição : 12/02/2013
Idade : 31
Localização : RJ

Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 1 de 2 1, 2  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum