ANUNCIOS
Últimos assuntos
» Aniversariantes do dia 3/12/2016 !
por CÉLIA MARIA CAYRES Ontem à(s) 23:38

» Trinca ferro arisco
por willi souza Ontem à(s) 20:28

» FILHOTES NÃO EMPENAM
por Luan Lacinta Ontem à(s) 14:30

» Diga não ao PL 3264
por Luan Lacinta Ontem à(s) 14:20

» DESAFIO QUE PASSARINHO É ESSE ?
por Julio Cezar Della Torre Ontem à(s) 0:36

» Coleiro muda
por dagner Sex 2 Dez - 11:01

» Aniversariantes do dia 02/12/2016 !
por CÉLIA MARIA CAYRES Sex 2 Dez - 0:40

ANUNCIO
SITES PARA CRIADOR
Guias para criação
AJUDA COM OUTROS ANIMAIS
CANAL YOUTUBE
TopSites AvesPT
PESQUISE SOBRE ESPECIES
ATUALIZAÇÕES
Loading...
face
Fechar Anuncio!
Curta nosso Facebook

Ovo Atravessado. Um problema que todo criador passa um dia

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Ovo Atravessado. Um problema que todo criador passa um dia

Mensagem por BEATRIZ em Sab 7 Jan - 23:47

Artigo do Dr Gilson Barbosa, conhecido articulista de ornitofilia e
criador de curiós de canto clássico, que aborda o assunto com especial
propriedade.


De alguma forma todos os criadores de Curiós e outras aves um dia enfrentarão
problemas relacionados à postura de ovos por parte de suas matrizes. Em
última estância, enfrentarão situações de dúvida em relação à
cronologia que envolve o período que vai desde a cópula até a postura.
Via de regra este período varia provocando incertezas quanto ao momento
da postura, quando devemos interferir e como fazer esta interferência.
O criador de Curiós precisa a princípio adquirir conhecimentos mínimos
do que está acontecendo no interior do sistema reprodutor enquanto
observa externamente o comportamento e sintomas apresentados pela
fêmea. O relacionamento entre o observado externamente (sintomas) com o
interno oculto é fundamental para uma tomada de posição frente a uma
retenção de ovo por parte da fêmea.

Antes de descrever o método pelo qual o criador fará a intervenção,
julgo indispensável à obtenção de um diagnóstico do problema com
extrema precisão, para tanto, o criador em espacial os principiantes,
precisam adquirir os conhecimentos necessários à produção do
“Diagnóstico Diferencial” e comparativo com situações de normalidade.

MÉTODO DA IMPULSÃO EXTERNA

Decorridas 24 horas da cópula ou 72 horas como limite máximo, cabe-nos
observar se a fêmea apresenta tristeza acentuada, geralmente
acompanhada de respiração ofegante, plumagem grossa (embolada), e se
estiver sobre o fundo da gaiola não reagindo a ser colhida com a mão,
em caso afirmativo, trata-se de caso clássico de Retenção de Ovo.
Este diagnóstico não falha. Os sintomas poderão ocorrer na postura do
primeiro ovo, no entanto temos verificado o problema também na postura
do segundo, (Caso da casca mole é mais freqüente no segundo ovo). Ocorre
ainda na postura de um só ovo que pode ser mole, ou, duro avantajado.

Constatado o quadro descrito a cima colocamos imediatamente em prática o método da Impulsão Externa que consiste no seguinte.

1º Passo

Colhemos a fêmea cuidadosamente com a mão direita (devemo-nos acercar
de todos os cuidados para que a enferma não se debata nem alce vôo de
nossas mãos) colocamos de costas sobre a palma da nossa mão esquerda
de forma que o dedo médio faça o apoio nas costas e com o dedo
indicador e anular da mesma mão prendam suas azas garantindo-nos uma
boa contenção. (se não dispor desta habilidade manual solicite ajuda a
terceiros).

2º Passo

Com a mão direita livre, utilize as extremidades dos dedos indicador e
anular para localizar o osso externo do peito “Quilha” e, deslocando-o
em direção ao anus encontramos a cavidade abdominal logo abaixo das
costelas, esta parte da ave é desprovida de ossos e suavemente
deslocamos os dedos ligeiramente abertos sobre os intestinos buscando
manter sempre a simetria do abdômen em relação a linha definida pelo
osso externo, ai aplicamos nesta área leve pressão em direção ao
orifício anal, podemos mediante a sensibilidade das extremidades do dedo
localizar o ovo por apalpação e determinar quantos são e a condição de
casca se mole ou dura.

Efetuamos mediante a constatação por apalpação com as extremidades dos
dedos movimentos lineares dotados de leve pressão que vão do osso
externo até o local aonde se encontra alojado o ovo. Ao sentir o ovo
sob os dedos saberemos o grau de dificuldade para expulsa-los, pois, se
a casca for mole a dificuldade esta na constrição dos músculos do
oviduto que deformando-o impedem-no de sair. Se a casca for dura a
dificuldade será pela pressão bi polar exercida pelos músculos
constritores, logo que tenhamos conhecimento da situação quanto ao tipo
de casca procederemos de maneira diferenciada.

3° Passo.

Se o ovo possui casca mole podemos efetuar uma pressão maior com as pontas dos dedos
indicador e anular até encontrarmos a extremidade vértice do ovo,
(procedendo desta forma não corremos o risco de exercermos pressão
sobre o ovo o que fatalmente o romperia) neste ponto efetuamos
movimentos delicados de pressão que irão estimular, ou mesmo substituir
as contrações e ajudar a impelir o ovo através do oviduto até o
orifício anal. Como podemos verificar o processo é demorado, então
precisamos intercalo-lo com instantes de descanso o que provoca muitas
das vezes uma retomada das contrações por parte da fêmea e geralmente
a postura ocorre durante o período de descanso. Caso contrário,
retomaremos as pressões anteriormente descritas, intercalando-as com
períodos de descanso até que se verifique o surgimento de um ponto
branco que crescerá à medida que o
método se desenvolve até o surgimento de boa parte da coroa do ovo,
neste momento mediante o uso de uma seringa dotada de agulha grossa e
sem ponta (agulha de uso bovino) efetuamos uma punção de todo o
conteúdo do ovo e em seguida puxamos a sua casca membranosa e vazia com
a ajuda de uma pinça finalizando desta forma todo o processo, a fêmea
em dois dias estará totalmente recuperada, no entanto é recomendável
coloca-la por algumas horas em local aquecido para recuperar-se.

Se o ovo possui casca dura o processo é o mesmo, devemos apenas tomar o
cuidado de não efetuar pressão sobre o ovo e sim sobre a sua
extremidade vértice em direção a sua saída, é necessário tranqüilidade e
concentração durante todo o processo que deve ser intercalado por
descanso até atingirmos o objetivo. A segurança do executor do método é
fundamental, deve repousar no fato de ter adquirido todos os
conhecimentos necessários à prática do mesmo, pois não há lugar para
insegurança ou vacilo, iniciado o processo devemos ir até o fim. Em
alguns casos a postura pode ocorrer logo após a massagem, para tanto o
ovo deve deslocar-se até a cloaca.

Acreditamos que a divulgação do método descrito não se constitui
novidade entre os criadores de pássaros que já os praticam há décadas,
no entanto o criador iniciante encontrará ao seu dispor as informações
necessárias e capazes de salvar a vida de várias fêmeas em reprodução.
Observar conjunto de fotografias anexadas."

Texto retirado do site: http://bicharedo.blogspot.com/2011/07/ovo-atravessado.html

Primeiramente antes de fazer isso você precisa ter certeza de que é Ovo Atravessado. E muita calma para fazer o procedimento. Um deslize pode ser fatal a ave.


"My dreams are my wings" Rocket - The Wanted

BEATRIZ
Pasarinheiro Expert
Pasarinheiro Expert

Mensagens : 2750
Pontos : 3030
Reputação : 134
Data de inscrição : 31/07/2011
Idade : 19
Localização : Rio de Janeiro RJ

http://www.petloversbiah303.blogspot.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ovo Atravessado. Um problema que todo criador passa um dia

Mensagem por MARCELO CORAÇÃO VALENTE em Dom 8 Jan - 0:06

Show de bola a matéria. Realmente um pesadelo para muitos criadores...também já passei por isso.



MARCELO CORAÇÃO VALENTE
Moderador Silvestres
Moderador Silvestres

Mensagens : 7102
Pontos : 7893
Reputação : 464
Data de inscrição : 10/12/2010
Idade : 42
Localização : Rio de Janeiro /RJ, tropa de elite.

http://automobilismo.forumeiro.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ovo Atravessado. Um problema que todo criador passa um dia

Mensagem por Eduardo Machado em Dom 8 Jan - 0:08

Ótima matéria .. É bom para agregar valores ao conteúdo do Fórum !!!


Abraços
cafe

Eduardo Machado
ADMINISTRADOR
ADMINISTRADOR

Mensagens : 14467
Pontos : 17743
Reputação : 1049
Data de inscrição : 07/12/2010
Idade : 34
Localização : Espirito Santo do Pinhal - SP

http://www.criadoresdepassaros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ovo Atravessado. Um problema que todo criador passa um dia

Mensagem por Lucas Santos em Dom 8 Jan - 17:51

Parabéns, muito boa a matéria!

Lucas Santos
Pasarinheiro Expert
Pasarinheiro Expert

Mensagens : 3309
Pontos : 3576
Reputação : 152
Data de inscrição : 08/12/2010
Localização : Rio de janeiro.

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ovo Atravessado. Um problema que todo criador passa um dia

Mensagem por Lucas em Seg 17 Dez - 17:01

Ótima matéria!!!


..............É DURO.....................

Lucas
Passarinheiro Avançado
Passarinheiro Avançado

Mensagens : 752
Pontos : 798
Reputação : 24
Data de inscrição : 08/12/2010
Idade : 30
Localização : Belo Horizonte-MG

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ovo Atravessado. Um problema que todo criador passa um dia

Mensagem por João Pereira em Qui 19 Jun - 15:40

Muito bom essa materia .
sera de grande ajuda , pra quem esta qrendo começar a criar 
ou pra quem já cria e passa por essa situação complicada 


Leiam criadores 

João Pereira
Pasarinheiro Expert
Pasarinheiro Expert

Mensagens : 8295
Pontos : 9306
Reputação : 557
Data de inscrição : 01/07/2013
Idade : 31
Localização : perdido em algum lugar desse Brasil

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ovo Atravessado. Um problema que todo criador passa um dia

Mensagem por Rodolfo souza alcantara em Seg 19 Out - 8:40

E depois da explosão do ovo o que dar para a femia ?

Rodolfo souza alcantara
Passarinheiro Intermediário
Passarinheiro Intermediário

Mensagens : 228
Pontos : 335
Reputação : 3
Data de inscrição : 29/08/2013
Localização : Araçatuba

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum