ANUNCIOS
Últimos assuntos
» Aniversariantes do dia 10/12/2016 !
por CÉLIA MARIA CAYRES Hoje à(s) 0:10

» Ninho de canário belga
por Luan Lacinta Ontem à(s) 23:59

» Casal de pintassilgos
por Luan Lacinta Ontem à(s) 23:55

» Transporte de calopsitas
por Luan Lacinta Ontem à(s) 23:46

» Transporte de aves
por Pablo1999 Ontem à(s) 17:58

» Ninho de canário belga
por canarios_art Ontem à(s) 16:47

» DESAFIO QUE PASSARINHO É ESSE ?
por Eduardo Machado Ontem à(s) 15:11

ANUNCIO
SITES PARA CRIADOR
AJUDA COM OUTROS ANIMAIS
CANAL YOUTUBE
TopSites AvesPT
PESQUISE SOBRE ESPECIES
ATUALIZAÇÕES
Loading...
Face 2
Fechar Anuncio!
Curta nosso Facebook

Alimentação para calopsita e o filhote - Artigo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Alimentação para calopsita e o filhote - Artigo

Mensagem por CÉLIA MARIA CAYRES em Qua 16 Dez - 0:36

ALIMENTAÇÃO PARA CALOPSITA E O FILHOTE

1ª Parte - Alimentação

Dê frutas, verduras e legumes a sua calopsita de preferência sem agrotóxicos.

DEVEM SER DADOS CRÚS: Couve (à vontade), jiló, catalônia, almeirão, cenoura, beterraba, bertalha, folhas de cenoura, folhas de beterraba, abobrinha, rúcula, abobrinha, brócolis, couve-flor etc.

DEVEM SER DADOS COZIDOS: Milho verde, batata doce, sementes de abóbora (semi-torradas).

Milho verde: 1 vez por semana (cozido - nunca dê cru)

Por que não dar milho crú? Entre outros fatores, o milho crú deixa o intestino susceptível à bactérias e pode também facilitar o desenvolvimento de coccidiose.

Ovos: Periodicamente. Muito bem cozidos. Massacre nas mãos , gema e clara. Uma boa opção é dar farinhada de ovos ao invés de ovos cozidos (compra em pet shop). O risco de contaminação é menor.

Frutas: Maçãs (sem as sementes porque a semente de maçã contém um ácido que é tóxico para aves). 

Mamão (com as sementes), banana (com a casca), melancia (com as sementes). Cuidado com produtos com agrotóxicos.

Se usá-los retire as cascas e as sementes das frutas. Frutas, verduras e legumes, com ou sem agrotóxicos, devem ser lavados com HIDROSTERIL, pois hidrosteril tem em sua composição o Permanganato que é ativo contra Giárdia.

Por que esterilizar com hidrosteril? Lembrem-se que, desde a colheita até o momento em que você adquire a fruta, verdura ou legume, ela passa pela mão de muita gente. 

Lave, esterilize as verduras, legumes e frutas! 

Se a calopsita não gosta de frutas você pode obrigá-lo a comer sem fazer força.

Como? 

Pegue a fruta, massacre na água de beber, coe e coloque no bebedouro. 

Lembre-se de trocar esta água com frequência! 

Deixe no máximo por 3 horas. Uma boa saída é não deixar água disponível durante a noite, assim pela manhã, eles vão estar com sede e tomar seu suquinho, mas se você é um dono apressado ou esquecido, não faça isto, pois você pode sair e não deixar água e eles morrerem de sede.

Como acostumar sua ave a comer verduras e legumes? 

Pique as verduras ou legumes e coloque no fundo da gaiola misturadas com sementes. 

Calopsitas adoram ciscar e quando forem ciscar as sementes acabarão por comer as verduras.

Você pode também fazer um colar de frutas, verduras e legumes com um barbante. Ponha pedaços de cores diferentes... Por exemplo: um pedaço de cenoura e sem seguida um pedaço de brócolis e daí por diante.

Amarre o colar na gaiola e deixe lá. Sua calopsita com certeza vai querer brincar com o colar e vai acabar comendo.

Cálcio e Proteína: Muita gente para suprir sua calopsita de cálcio costuma dar queijo branco e para suprir as proteínas costumam dar ração de cachorro. 

Oras... Isto é um erro! Vejamos porque:

Cálcio: A maioria de rações possuem um teor de cálcio e, normalmente, as pessoas colocam uma osso de siba no viveiro. 

Isto já supre a ave de cálcio,não havendo necessidade de dar queijo branco que é derivado de leite e... 

As aves não toleram bem o leite, pois não têm no organismo a enzima necessária para digerir o leite. 

Portanto... Queijo branco, além de desnecessário, não é uma solução muito adequada.

Proteína: Há quem costuma dar ração de cachorro para suplementar a ave de proteína... 

Prática esta inadequada, porque: Se a ave já consome farinhada de ovos, já está consumindo proteína necessária, sem contar que, na maioria de rações também já existe um teor de proteínas.

Ofereça cartilagem de tubarão. Sempre! (Deixar disponível na gaiola). 

Pedras de cálcio não são uma boa, pois contêm gesso e pode prender o intestino de sua ave.

Sementes: prefira as que tenham boa procedência. 

Leiam abaixo o item “Ração Própria para Calopsitas”.

Ração própria para calopsitas. 

Escolha as que estejam embaladas e que tenham procedência. Rações que são vendidas por quilo em mercados podem conter contaminações e matar seu pássaro.

Peneire 2 vezes por dia e troque a ração, pelo menos , uma vez por semana.

Se sua calopsita come só sementes, você pode reforçar a alimentação dela usando: farinhada, papa de ovo, mix de frutas, etc. 

Uma boa opção também é:

Neston flocos: apenas 1 vez por semana para não engordar sua ave. Neston contém vitaminas diversas.

Ração Extrusada é indicada, no entanto leve em conta os fatores:

Ao optar por ração extrusada não retire de uma vez as sementes. 

Faça em processo gradual. 

Ofereça na primeira semana 1/3 de extrusada e 2/3 de sementes.

Na segunda semana 2/3 de extrusada e 1/3 de sementes.

Nunca coloque extrusada e sementes no mesmo comedouro, pois a umidade é diferente.

Pense bastante. Reflita se você deve mesmo dar APENAS ração extrusada para sua calopsita. 

Lembre-se de que é da natureza da ave comer sementes.

Sementes de girassóis, devem ser fornecida com cautela, excesso poderá fazer mal.re vai encontrar em algum lugar. 

Ofereça água limpa e fresca, troque pelo menos 02 vezes por dia.

ALIMENTOS QUE PODEM CAUSAR PROBLEMAS: Alface (provoca diarréia), Agrião (irrita as mucosas do estômago e do intestino. 

Principalmente os Psitacídeos toleram mal o agrião).

Fermentados (pão, bolo, etc.). Leite (as aves não possuem no organismo a enzima que processa o leite).

TÓXICOS PARA PÁSSAROS: Álcool , café, chocolate, pêssego, cereja, figo, amêndoas, sementes de maçã, abacate, azaléia, begônia, cogumelos, cebola, ervilha, salsinha, cebolinha, scheflera, abricó, eucalípto , feijão de fava, lírio, comigo ninguém pode, prímula, açafrão, fumo, jasmim, samambaia, caroço de pêssego e caroço de ameixa.

Lendas: Pão e café com leite faz bem para calopsitas. 

Não é verdade! 

Café é tóxico e elas não digerem bem o leite.

Pimenta faz calopsita falar?

Não é verdade! 

Calopsitas falam quando são pegas desde pequenas e são criadas sozinhas (sem outras calopsitas) com seus donos. 

Elas os assumem como se fossem do bando e, por isto, aprendem a falar.

2ª Parte - Alimentação

A Calopsita costuma se alimentar de sementes, mas em seu ambiente natural não dispensa os frutos e insetos.

No cativeiro, a dieta da Calopsita simplifica a vida dos donos e criadores. 

É composta principalmente por ração e sementes, encontradas com facilidade nas lojas. Os complementos são comuns, como frutas e verduras.

Os grãos germinados de girassol (pouca quantidade), painço, aveia com casca, milho seco, (quirela de milho)pode ser cozida, trigo e arroz sem casca.

Já a areia grossa e lavada e farinha de ostras, ajudarão na digestão e serão excelentes fontes de cálcio.

Ainda deve ser dado o carvão vegetal em pedaços ou moído, misturado com areia e com farinhada de ostras.

Os ossos de siba devem ser oferecidos também. 

Diariamente oferecer composto de 20% de alpiste, 50% de painço, 15% de arroz com casca, 10%de aveia e 5% de girassol.

Uma, duas ou três vezes por semana, ofereça ração, frutas (maçãs em pequenos pedaços), legumes em pedaços e verduras como couve, almeirão, espinafre, chicória, bem lavados.

Em dias alternados, ofereça milho verde (cozido), mas se houver filhotinhos, passe a oferecer todos os dias. 

Com relação às frutas, restringir a oferta de frutas muito ácidas ou doce/gordurosas demais (limão, laranja, manga, abacate).

Retirar as sementes das frutas é interessante, pois algumas (como as de maçã ou pêra) podem ser tóxicas para a ave. 
As verduras/legumes podem ser oferecidas crus e evitar a oferta excessiva de folhas escuras(excesso de ferro) e não oferecer alface (causa diarréia).


Grãos como o grão-de-bico, soja, lentilha e feijão podem ser oferecidos cozidos e sem tempero.

A espiga de milho pode ser dada inteira, devendo somente ser escaldada antes em água quente.

Cuidado com o excesso de semente de girassol ou amendoim. 

São muito gordurosos (problemas no fígado e obesidade), além de possuírem um fungo (toxinas) que pode causar doenças nas aves.

Prefira castanhas como nozes, avelã, amêndoa ou castanha do Pará. 

O ideal é oferecê-las 2 vezes por semana.

Queijo branco, ração de cachorro, ovo cozido podem ser oferecidos de vez em quando, como alternativas de fontes proteicas, mas tenha cautela.

A pimenta dedo-de-moça é importante fonte de vitamina C.

Rações comerciais (peletizadas/extrusadas), atualmente são boas opções.

Suplementações vitamínicas não devem ser esquecidas. 

As vezes, dependendo do que foi oferecido as aves, as fezes saem com a coloração alterada.

Resumo da alimentação:

- 50% de painço;
- 20% de alpiste;
- 15% de arroz com casca;
- 10% de aveia com casca;
- 5% de sementes de girassol;
- milho verde seco em dias alternados;
- ração para cães 2 vezes por semana;
- frutos (maçã, pêra, banana, menos abacate) 2 vezes por semana;
- pão duro, seco e em pedaços de preferência o integral à vontade, torradas;
- barrinha de cereais para calopsitas
- legumes e verduras: brócolis, dente de leão, rúcula, couve, folha de beterraba, espinafre, almeirão, chicória, pesto ou manjericão, vinagre (as folhas vermelhas), folhas da beterraba, folha de batata doce, chuchu cru, jiló, cenoura, abóbora, guaco, hortelã, hortaliças e chás verdes (ao natural) e etc.

Nunca dê alface, tomate ou berinjela;

Semente de abóbora é vermífuga e elas adoram.

Semente de melão também. É só lavar e secar que elas devoram. 

As ofereça maçã mas sem sementes, pois são tóxicas.

farinhada seca e úmida.

Obs.: alimentos úmidos com farinhada, ovo, verduras e legumes, não devem ficar muito tempo expostos na gaiola, pois estragam com facilidades devido o calor.  

Grão de bico, colocado de molho na água por duas horas;

Metades de tijolos velhos de barro, fervidos na água com uma colher de sopa cheia de sal,deixa-se nas gaiolas para eles roerem.

Atenção: A alimentação dos filhotes é exatamente a mesma dos adultos, acrescida de milho verde (cozido) diariamente.

O mais importante de tudo; você deverá sempre estar atento para que as fezes da calopsita não entrem em contato com as comida, pois podem transmitir doenças.

No caso dos pássaros, as mais comuns são as verminoses, as infecções bacterianas e a coccidiose(protozoário causador de diarréia e morte).

Se um pássaro com doença transmissível ingerir as próprias fezes, fica contaminado e a doença reinicia o ciclo, enfraquecendo-o mais. 

Para evitar fezes na comida, o comedouro nunca deve ser posto abaixo dos poleiros (frutas podem ser penduradas acima do poleiro mais alto).

Para o pássaro não derrubar comida enquanto come (por exemplo, não deixar cair grãos ao selecionar os maiores), não encha demais o comedouro, retire os restos como cascas sem sementes, que formam volume desnecessário, ou use comedouro com tampa vazada (só passa a cabeça).

A bandeja com fezes deve ficar distante do piso de grade,para a ave não alcançá-la.

Receitas de farinhada (papinha):

Receita 1 

Farinhada básica – um ovo cozido amassado para duas colheres de farinha de milho (fina = fubá ou média). 

Outra farinhada: para cada ovo cozido amassado + 1 colher de sopa de proteína de soja texturizada + 1 colher de sopa bem cheia de farinha de milho média + 1 colher de sopa bem cheia de milheto. 

Dar 1 vez por semana. Pode-se eventualmente acrescentar uma pitada de levedura de cerveja (rica em complexo B). 

Experimentar colocar Mucilon junto como ovo cozido. Espremer uma cenoura cozida junto com o ovo.

Receita 2 

Farinhada incrementada : um ovo cozido descascado e amassado, para uma colher cheia de fubá, mais uma colher de sopa de soja texturizada média ou fina, e mais uma pitada de Penavit Plus em pó.

Receita 3 

Farinhada proteica :

farinha de rosca 20%, Neston (Floco de cereais – trigo,cevada e aveia)- 60%, Farinha Láctea – 20%. Para cada quilo de farinhada pronta acrescentar 45 gramas de pré-mix (aminoácidos essenciais) encontrado em lojas de animais e 45 gramas de fosfato bi-cálcico. 

Para cada quatro colheres (sopa) das farinhas acrescentar um ovo cozido triturado.

Receita 4 

Farinhada sopão – 1 Kg de farinha de rosca, 1 Kg de farinha de mandioca, 1 Kg de farinha de milho, 3 colheres de sopa de casca de ovo moída no liquidificador (bem miúda), 5 ovos espremidos em peneira (gema e clara), água. 

Misture tudo até tomar um formato uniforme.

Vá adicionando água para que a farinhada fique úmida.

CÉLIA MARIA CAYRES
SUPERVISOR CHEFE
SUPERVISOR CHEFE

Mensagens : 5582
Pontos : 8191
Reputação : 523
Data de inscrição : 06/09/2013
Idade : 51
Localização : São Paulo

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum