ANUNCIOS
ANUNCIO
SITES PARA CRIADOR
AJUDA COM OUTROS ANIMAIS
CANAL YOUTUBE
INSCREVA-SE EM NOSSO CANAL
TopSites AvesPT
PESQUISE SOBRE ESPECIES
ATUALIZAÇÕES
Loading...

algumas informações sobre Agapornis

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

algumas informações sobre Agapornis

Mensagem por Franqlim Pereira em Qua 27 Nov - 14:25

não deixe de ler também http://www.criadoresdepassaros.com.br/#!agaporni/cf4p


Agapornis (Se1



Agapornis Fischer (casal)
Reino:     Animalia                Ordem:       Psittaciformes         

Filo:          Chordata                Família:      Psittacidae               

Classe:      Aves                      Género:      Agapornis

Esperança média de vida:    10 Anos


Oriundo das florestas tropicais africanas e extendendo-se até à costa do Índico, o género agapornis apresenta 9 espécies distintas em que 4 delas ganharam destaque no mundo da ornitologia: Agapornis personata; Agapornis fischer; Agapornis nigrigenis e Agapornis roseicollis (a espécie mais conhecida deste género). 
Considerada a sua monogamia, os agapornis no habitat natural voam sempre aos pares e, após o acasalamento, nunca mais se separam. A experiência em cativeiro mostra-nos que quando um dos membros do casal morre, é necessário respeitar um período de luto para que a ave volte a aceitar um companheiro (o que pode nunca mais acontecer!).

Espécies de Agapornis (in avifaunafree)
Comportamento
Com personalidade bem vincada e muitas vezes de mau feitio, os Agapornis devem ser mantidos em gaiolas grandes (100x50x50 para um casal) e de preferência em grupos que lhes permitam sociabilizar e manter de longe a tristeza. São aves muito brincalhonas e divertidas, reconhecendo facilmente o seu tratador habitual e a quem exigem atenção imediata quando resolvem emitir, de forma desesperada, os seus gritos de guerra!
Alimentação

A alimentação destes grandes periquitos é muito idêntica à praticada em quase todos os psitacídeos. No mercado encontra disponível uma mistura para Agapornis, normalmente composta por uma série de sementes em quantidades equilibradas, no entanto, pode comprá-las individualmente e fazer a mistura caseira (mistura de periquitos; aveia descascada; girassol raiado miúdo; trigo sarraceno; cártamo e cânhamo). Aconselho alguma cautela na administração das sementes de girassol (um máximo de 20% nas misturas caseiras), uma vez que são sementes oleaginosas e que fornecidas em excesso acabam por prejudicar o figado das aves. Esta alimentação deve ser complementada com verduras (espinafres; agrião, bróculos) e muita fruta lavada e descascada (maçã; pêra; banana). É importante não descurarmos os complexos vitamínicos que podem ser fornecidos através das papas ou, mais idealmente, sob a forma líquida nos bebedouros (complexo B mensalmente).

Reprodução
O período de reprodução dos Agapornis decorre entre Setembro e Julho, com cerca de 4 a 5 posturas anuais. Uma vez que não existe dimorfismo sexual aparente na maior parte das espécies do género Agapornis, é essencial adquirir as aves a criadores experientes que consigam, através da apalpação dos ossos da cloaca (as fêmeas têm os ossos mais afastados do que os machos), garantir que se trata efectivamente de um casal. O ninho a disponibilizar será uma caixa de madeira, muito idêntica à dos periquitos, mas maior (25x15x15). Embora alguns criadores optem por ninhos verticais, pessoalmente prefiro os ninhos horizontais por considerá-los mais espaçosos e de fácil manutenção. Conjuntamente com o ninho deve ser fornecido algum material de forragem, como por exemplo caruma de pinheiro, que deve ser colocado directamente no ninho, uma vez que só as fêmeas transportam esse material e têm por vezes alguma dificuldade (mais notório no roseicollis).

Ninho Agapornis (by ninhosdesonho)
Depois dos preparativos nupciais, a fêmea coloca entre 4 a 6 ovos que eclodem passados 21 dias, altura em que devemos reforçar a administração de papa vitamínica de modo a evitar a subnutrição dos progenitores e igualmente das crias.
Ao fim de 30 dias, os jovens agapornis abandonam o ninho e podem ser separados dos pais. Reforço mais uma vez a importância de uma alimentação equilibrada, factor que considero preponderante para a manutenção de bons exemplares. Igualmente importante é também a desparasitação das aves, em cada 6 mese  












.... as respostas  para nossas perguntas  nem sempre e aquelas que queremos receber....
.....mais sim as que necessitamos para nosso bem........

Franqlim Pereira
Pasarinheiro Expert
Pasarinheiro Expert

Mensagens : 6514
Pontos : 7150
Reputação : 518
Data de inscrição : 14/09/2012
Idade : 31
Localização : volta redonda/RJ

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: algumas informações sobre Agapornis

Mensagem por MARCELO CORAÇÃO VALENTE em Sab 30 Nov - 10:47

Muito boa essa informação. Valeu Franqlin.



MARCELO CORAÇÃO VALENTE
Moderador Silvestres
Moderador Silvestres

Mensagens : 7102
Pontos : 7893
Reputação : 464
Data de inscrição : 10/12/2010
Idade : 42
Localização : Rio de Janeiro /RJ, tropa de elite.

http://automobilismo.forumeiro.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: algumas informações sobre Agapornis

Mensagem por Eduardo Machado em Sab 30 Nov - 10:48

Show .. Parabéns !!! Tópico Fixo !!!

Eduardo Machado
ADMINISTRADOR
ADMINISTRADOR

Mensagens : 14661
Pontos : 18059
Reputação : 1121
Data de inscrição : 07/12/2010
Idade : 34
Localização : Espirito Santo do Pinhal - SP

http://www.criadoresdepassaros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: algumas informações sobre Agapornis

Mensagem por João Pereira em Ter 27 Maio - 13:11

não deixem de ler amigos .

João Pereira
Pasarinheiro Expert
Pasarinheiro Expert

Mensagens : 8295
Pontos : 9306
Reputação : 557
Data de inscrição : 01/07/2013
Idade : 31
Localização : perdido em algum lugar desse Brasil

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum