ANUNCIOS
Últimos assuntos
» Pardal(?) filhote - dúvidas gerais
por sscraul Hoje à(s) 3:24

» Aniversariantes do dia 3/12/2016 !
por CÉLIA MARIA CAYRES Ontem à(s) 23:38

» Trinca ferro arisco
por willi souza Ontem à(s) 20:28

» FILHOTES NÃO EMPENAM
por Luan Lacinta Ontem à(s) 14:30

» Diga não ao PL 3264
por Luan Lacinta Ontem à(s) 14:20

» DESAFIO QUE PASSARINHO É ESSE ?
por Julio Cezar Della Torre Ontem à(s) 0:36

» Coleiro muda
por dagner Sex 2 Dez - 11:01

ANUNCIO
SITES PARA CRIADOR
Guias para criação
AJUDA COM OUTROS ANIMAIS
CANAL YOUTUBE
TopSites AvesPT
PESQUISE SOBRE ESPECIES
ATUALIZAÇÕES
Loading...

Quais as principais causas de morte dos filhotes no 3 primeiros dias de vida ?

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Quais as principais causas de morte dos filhotes no 3 primeiros dias de vida ?

Mensagem por juliocgn em Qui 12 Set - 18:55

Quais seriam os principais cuidados e as causas de morte dos filhotes nos três primeiros dia de vida ?

juliocgn
Pasarinheiro Expert
Pasarinheiro Expert

Mensagens : 1034
Pontos : 1571
Reputação : 37
Data de inscrição : 14/06/2013
Localização : Rio de Janeiro

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Quais as principais causas de morte dos filhotes no 3 primeiros dias de vida ?

Mensagem por Agenor B S Jr em Qui 12 Set - 20:39

boa noite

existem muitas causas para a morte de filhotes até o 3 dia do nascimento,para mim a principal é ninho contaminado ou alimentos inadequados.
leia
DIAGNÓSTICO:
Colibacilose, Salmonelose, Micose.

Estas bactérias são a causa de inúmeras mortes todas as temporadas, com subsequentes desconforto e impotência do criador.

Se mandasse-mos investigar as causas, seriamos informados que quase sempre a bactéria Coli ou Salmonela é a causadora da morte, pois vivem constantemente com os pássaros, mesmo que esses as controlem com suas defesas.

A causa da maioria das mortes é, sem dúvida a falta de água ou de líquidos para digerir a comida, na maioria das vezes muito ricas e indigestas, longe estão os tempos em que os nossos avós criavam de forma natural, com cardo, pão duro amolecido, alpista e maçãs.

Na primeira semana de vida os filhotes duplicam seu peso a cada dia, e 75% do peso compõe-se de água.

Crónica da Morte [Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

No dia seguinte perderam peso. Encontram-se menores que no dia anterior. Começa o retrocesso. As gorduras acumuladas em torno da cintura desaparecem rapidamente. A cor torna-se avermelhada.

Pedem insistentes por comida. Não é isso que precisam, mas sim água. No dia seguinte não tem forças para levantar a cabeça.

A mãe insiste em dar-lhes comida, eles não reagem, não podem levantar a cabeça, a fêmea, ante negativa, deita-se sobre eles, podendo acabar por ela mesmo adoecer de indigestão.

O ninho fica molhado, pois os excrementos são líquidos e os pais não consegue limpá-lo . É então quando atacam as bactérias coli e salmonela sem que nada se possa fazer, pois os filhotes estão debilitados e tudo ocorre no espaço de um par de dias.

Esta sintomatologia é evidenciada quando a fêmea salta do ninho e a barriga está húmida e suja. Sempre se disse que se fêmea "suasse" sobre os filhotes, esses morriam, quando na realidade são os excrementos destes mais a febre e o suor que sujam a barriga da fêmea.

Uma observação lógica de que estes filhotes não estavam doentes é a seguinte:

Se estivessem contaminados por alguma bactéria, a maioria morreria dentro dos ovos ou nos dois dias seguintes ao nascimento.

Quando sempre atribuímos ao azar de bactérias, responsabilizando-as por todos os males. Se nos tivéssemos preocupado mais com os devidos cuidados dos reprodutores, não existiria a maioria dos problemas.



Causas de morte nos filhotes
 
Quando os filhotes morrem até ao terceiro dia, normalmente é porque os pais não os alimentam suficientemente bem, e vão enfraquecendo, acabando por morrer nos três primeiros dias.
Daí ser sempre conveniente, no mínimo, observar de manhã, por volta das 8 horas se já têm o papo cheio, se não teremos que lhes dar a comida. Também é conveniente verificar por volta das 12 ou 13 horas, idem, depois pelo menos à noite, antes cerca de uma hora das luzes se apagarem, ou no caso de ser iluminação natural, antes do anoitecer, que é para eles não passarem a noite toda sem nada no papo. Quando os pais não os alimentam, deveremos dar papas de 2 a 3 horas de intervalo no máximo, nos primeiros cinco dias. É que normalmente após uns dias de termos colaborado na alimentação dos filhotes, entretanto estes já ganharam força suficiente para pedirem a comida aos pais, passando estes a alimenta-los convenientemente. Também, será oportuno lembrar que nesta altura a iluminação deverá ter a duração pelo menos de 15 horas, das 6:30h da manhã, as 21:30 horas da noite.
Existem no mercado especializado, papas próprias para a cria à mão, por palito ou através de seringa, devendo no entanto escolher-se a mais adequada ao tipo de raças que estamos a criar.
A título de exemplo lembro que o valor protéico das papa terá que variar conforme os tamanhos das raças, assim dou alguns exemplos, raças de pequeno porte, como: os Canários de cor, Glosters, fife-Fancy e Lizards, necessitam até ao trinta dias de papas (quer de cria à mão, quer de comedouro), com um valor protéico bruto de aproximadamente 26%. Para canários de médio porte, como: Border, Norwich e Frizado do Sul, cerca de 29%, para grande porte, como: Crest, Yorkshire, Frizado do Norte e Pduano, cerca de 32%, e para raças gigantes, como o: Lancashire e Frizado Parisiense, 38% de proteína bruta. É claro que não encontrará papas no mercado com todas as características, pois ficam muito mais caras, devo dizer que a papa que eu utilizo para os meus Parisienses, deverá juntar à papa de cria à mão Proteínas vegetal e animal, ou seja, por exemplo de soja e lactoalbumina, que contém todos os aminoácidos necessários ao desenvolvimento, devendo ser equilibrada em 45% de proteína vegetal: 55% de proteína animal, acompanhadas de fosfato bicalcico, para um melhor desenvolvimento ósseo.
Nesta altura a Gordura bruta deverá ter um valor máximo de 8%, os minerais que na vida normal são de 3%, nesta altura terão de triplicar, as fibras e cinzas na ordem dos 3%. É conveniente entre a mistura que se fornece a os papas, os Hidratos de Carbono andarem pelos 58 a 60%, o que quer dizer que não se deve fornecer muita aveia juntamente com o alpiste, pois torna-se muito indigesta.
A ambas as papas deveremos juntar um Probiótico à base de lactobacilos, para reposição constante de flora intestinal, e um antibiótico leve, próprio para crias, para prevenção de doenças intestinais. A papa de cria à mão normalmente só é utilizada durante os primeiros 8 a 10 dias, pois a partir dessa altura não a aceitam mais, daí, na papa que se coloca no comedouro para os pais a fornecerem aos filhotes, deverá continuar a possuir as qualidades protéicas e todas as outras acima referidas, pelo menos nos primeiros 30 dias de vida.
Se morrerem após o quinto ou sexto dia, é bem mais grave, pois se passam os 3 primeiros dias, não se trata de falta de alimentação, mas sim de doença, pois, muito embora eles possam morrer em estado de eventual magreza, deve-se ao fato de estarem doentes e os pais ao constatarem isso, na maioria dos casos acabam por lhes deixar de dar comer.
Normalmente a doença que aparecer entre quinto e o décimo segundo dia é a Colibacilose, originada pela bactéria Ech.Coli, que é a que mais mata no ninho, a par eventualmente da Proventiculite.
Se os pais estão aparentemente bem, é Colibacilose. Se os pais estão um pouco abatidos, a ficar gradualmente magros, é bem pior, é Proventriculite, e esta doença praticamente não tem cura.
Vamos começar pela hipótese da Colibacilose; A colibacilose normalmente tem duas vertentes que atacam ao mesmo tempo, que é a de via intestinal e a de via respiratória, daí há necessidade de efetuar um tratamento, 5 dias antes da previsível postura (este tratamento põe-os imunes durante 15 dias a 3 semanas), com um antibiótico que possua a capacidade de prevenir a Colibacilose, Coccidiose, Salmonelose e Micoplasma, que normalmente será necessários associar-se dois antibióticos, que sejam compatíveis, administrar pelos menos 5 dias, sempre com complexo vitamínico-mineral-aminoácido.
Tal como outros grandes criadores nacionais e estrangeiros, eu não aconselho dar legumes na época das criações, pelo menos nos primeiros dias pois embora sejam muito apetecíveis, são a causa da origem da salmoneloses e colibaciloses, já que ou estão mal lavados, ou demasiado indigestos, face à fermentação, para além de nos canários de porte ser um fator de fraco desenvolvimento. Eu próprio não dou legumes aos meus canários há três anos, e tenho casais a criar desde 1995, que nunca estiveram doentes. Claro que, os legumes são ricos em minerais e sódio, que tudo isto é facilmente substituível com um complexo multimineral (eu utilizo um à base de extratos de algas). O sódio resolveremos com uma colher de sopa de sal de cozinha, por cada quilo de papa. O sódio é importante porque evita o picacismo e canibalismo. Quanto à fruta, nesta altura não dar mais que um pouco de maçã e ou cenoura cortada e não ralada, pois a cenoura ralada azeda e fermenta de imediato, uma vez por semana.
Dar menos sementes negras (gordas) e mais papas, devendo 15 dias antes das criações dar dia sim dia não, dar todos os dias durante a época da postura, parar na incubação e recomeçar a dar 2 dias antes do filhotes nascerem, a partir daí dar todos os dias até à sua separação, entretanto os pais no novo ciclo da incubação, continuando os filhotes com papa diária até os 45 dias, retomando depois uma alimentação normal.
Se a papa é de molhar, nunca deve ficar de um dia para o outro, e se a umidade da papa é grande, e a umidade ambiente é mais de 60%, deverá estar disponível para os canários no máximo 2 horas.
À noite convém deixar a chamada papa úmida (de ovo), e para a enriquecer um pouco, deverá juntar-se lhe papa úmida de insectívoros, pois tem mais proteína.



- See more at: [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Agenor B S Jr
Moderador Silvestres
Moderador Silvestres

Mensagens : 1106
Pontos : 1285
Reputação : 95
Data de inscrição : 07/02/2011
Localização : sao paulo

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Quais as principais causas de morte dos filhotes no 3 primeiros dias de vida ?

Mensagem por Geovani de Freitas em Qui 12 Set - 20:51

caramba eu não sabia nem a metade show de bola.

Geovani de Freitas
Passarinheiro Avançado
Passarinheiro Avançado

Mensagens : 664
Pontos : 729
Reputação : 15
Data de inscrição : 20/10/2012
Idade : 21
Localização : curitiba pr

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Quais as principais causas de morte dos filhotes no 3 primeiros dias de vida ?

Mensagem por Huenio Barreto em Sex 13 Set - 6:53

Desnutrição quando seus pais não tratam eles!
e se dar remédios diluídos na agua ou na comida pode ser fatal para os filhotes!


[i]Huenio santos[/i]









Saudades do tempo dos velhos momentos... ♫♫♪

Huenio Barreto
Pasarinheiro Expert
Pasarinheiro Expert

Mensagens : 4201
Pontos : 4806
Reputação : 233
Data de inscrição : 26/01/2013
Idade : 17
Localização : Bahia

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Quais as principais causas de morte dos filhotes no 3 primeiros dias de vida ?

Mensagem por Nilo em Sex 13 Set - 7:29

Julio,

Creio que a resposta esta completíssima, com mais uma bela aula do Mestre Agenor!

Obrigado por compartilhar conosco este artigo.

Abraços.


[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
Moderador Criador de Passaros
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]
[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.] Passarinho que acompanha morcego, acorda de cabeça pra baixo...[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]

Nilo
Pasarinheiro Expert
Pasarinheiro Expert

Mensagens : 2172
Pontos : 2485
Reputação : 181
Data de inscrição : 11/01/2013
Localização : Niterói - RJ

http://www.criadoresdepassaros.com/forum

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Quais as principais causas de morte dos filhotes no 3 primeiros dias de vida ?

Mensagem por Franqlim Pereira em Sex 13 Set - 12:38

show agenor !!!!


[Você precisa estar registrado e conectado para ver esta imagem.]


.... as respostas  para nossas perguntas  nem sempre e aquelas que queremos receber....
.....mais sim as que necessitamos para nosso bem........

Franqlim Pereira
Pasarinheiro Expert
Pasarinheiro Expert

Mensagens : 6514
Pontos : 7150
Reputação : 518
Data de inscrição : 14/09/2012
Idade : 30
Localização : volta redonda/RJ

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Quais as principais causas de morte dos filhotes no 3 primeiros dias de vida ?

Mensagem por Thiago Pereira Iza em Sex 13 Set - 13:18

Tenho notado constantemente que muito se pergunta sobre isso, o artigo ao meu ver ta bem completo, faltando apenas a coccidiose que mata bastante nos dias inicias.

Um fato importante a acrescentar é na ajuda manualmente aos pais, um erro muito comum é darmos comida ao filhote que come menos, pq os comilões não o deixam comer, o certo é vc dar ao que é o espertalhão do ninho, aquele que ta sempre de cabeça em pé querendo comida e não deixando o irmão comer.

O pq disso? 1° fato a acrescentarmos, é que as enzimas fornecidas pela femea é importantíssima nesses dias iniciais,  dando ao que come mais ele sossegará e deixará o menos esperto, menos ativo ser alimentado pelo bico da femea.

Se a gaiola o local está desinfetado, e os pais não portam doenças, dificilmente perderá filhotes se eles estiverem bem alimentados, como explicado no artigo, só ficam doentes se mal alimentados e hidratados.

A unica coisa que incluo na alimentação manual é terramicina, além da papa próprio com o nível de probióticos e prebióticos para o período.

Thiago Pereira Iza
Pasarinheiro Expert
Pasarinheiro Expert

Mensagens : 2357
Pontos : 2495
Reputação : 114
Data de inscrição : 12/02/2013
Idade : 30
Localização : RJ

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum